Viúva e filhas de Soluwellington receberão mais de R$ 1,6 milhão de indenização

newsjpg novaSoluwellington viajava para o Egito, onde trabalhava, quando morreu

A viúva e as duas filhas menores de Soluwellington Vieira de Sá, vítima do acidente aéreo ocorrido no dia 31 de maio de 2009, com um avião da Air Bus A330, pertencente à empresa Air France, vão receber da empresa uma indenização no valor de R$ 1,635 milhão, além de uma pensão no valor de R$ 4.098,13.

A medida foi concedida pelo juiz Manoel Padre Neto, da 4ª Vara Cível de Mossoró, em referencia ao acidente que vitimou o potiguar.

Soluwellington Vieira de Sá era filho do comerciante conhecido por “Solon”, que morou por muitos anos em Areia Branca, onde ainda residem familiares deste. A esposa da vítima também é areia-branquense e seus pais residem no conjunto residencial Salinópolis.

O vôo AF 447, partiu do Rio de Janeiro, com destino a Paris, na França, e desapareceu nas águas internacionais do Oceano Atlântico, resultando na morte de todas as 228 pessoas que estavam a bordo, entre tripulantes e passageiros.

O pensionamento cessará para as filhas do falecido, ante a ocorrência de qualquer dos seguintes eventos: a) alcance da idade de 25 (vinte e cinco) anos; b) casamento; c) conclusão de curso superior. Para a viúva, o pensionamento terá seu fim antes da data em que a vítima completaria 69 anos, se a mesma deixar a condição de viúva, ou seja, casar-se novamente. (Com informações do DN Online e TJ/RN).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *