Vereador vai convocar Caern para esclarecer irregularidade no abastecimento em Areia Branca

Clécio da Saúde cobra explicações da Caern (Foto: Assessoria de Comunicação)

Recentemente a cidade de Areia Branca ficou cerca de 10 dias com o abastecimento de água suspenso em função de problema eletromecânico ocorrido no poço principal da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), instalado no terreno onde funciona o escritório da Companhia.

O problema teve início no final do mês de março e até esta data (passados mais de 10 dias) em alguns setores da zona urbana o abastecimento ainda não havia sido restabelecido totalmente, conforme relato de consumidores.

O assunto, mais uma vez, foi tema de discussão entre os vereadores na sessão ordinária da Câmara Municipal de Areia Branca, na quinta-feira, 8.

Problema antigo e de difícil solução, pelo que parece, a irregularidade no abastecimento de água em Areia Branca foi novamente questionado no plenário do Legislativo municipal, desta vez puxado pelo vereador Clécio Rebouças (PSD). Assim como milhares de usuários da Caern, ele não entende o motivo dessa constante falta de água na cidade.

Seria até justificável, segundo o vereador, se existisse apenas um poço abastecendo a cidade. Mas além do poço central, na zona urbana, a Caern possui outro poço na praia de Upanema, cuja vazão é o dobro do poço antigo.

Para o vereador Clécio da Saúde, como é mais conhecido o parlamentar, só há um jeito de saber o que realmente está acontecendo com a Caern local, que não consegue manter a regularidade no abastecimento, pois quando o poço principal apresenta defeito, a população fica sem água. “Pelo que sabemos, o poço 2 no conjunto Santa Amália foi perfurado com a função de socorrer os consumidores, em caso de problema com o poço na cidade. Mas não é o que está acontecendo”, declarou.

Diante do exposto, Clécio recebeu o endosso dos demais vereadores para convocar a gerência local ou regional da Caern para comparecer à Câmara Municipal para prestar esclarecimentos sobre a constante falta de água em Areia Branca.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *