Vereador “Tonho da Cohab” elogia iniciativa de criação de uma ONG para tratar de questões importantes como o meio ambiente

GEDC0978Yure Araújo, Wesley Souto, “Tonho da Cohab” e Gelson Goes no lançamento do projeto (Foto: Evandson Bernardo)

Foi bem recebido pelos segmentos locais, o Programa Eco-Natural da Sociedade Areia-branquense (Pensa) lançado oficialmente na segunda-feira, 28, numa audiência pública realizada às 19h30, na Câmara Municipal de Areia Branca. Na oportunidade os idealizadores do evento fizeram uma explanação sobre o projeto, ao mesmo tempo, conscientizaram a sociedade local sobre a importância das questões ambientais na cidade.

Sempre atento às discussões em torno de questões relacionadas à cidade, o vice-presidente da Câmara Municipal de Areia Branca, vereador Antônio Luiz Neto, “Tonho da Cohab” (DEM), participou da audiência publica e reiterou seu apoio à iniciativa.

Segundo o vereador, os responsáveis pelo projeto expressaram bem a preocupação de todos, hoje, com o meio ambiente, tema dos debates fomentados na reunião.

Outro assunto que mereceu a atenção de “Tonho da Cohab”, foi o interesse do grupo pela instalação de um canil na cidade para retirar das ruas os cães e gatos vadios.

Na reunião, “Tonho da Cohab” deu sugestões e se colocou à disposição da equipe que trabalha a transformação do Pensa, que é presidido por Yure Araújo, numa Organização Não- Governamental (ONG) para dar suporte às ações do programa.

Um dos integrantes do projeto, Gelson Goes, disse durante sua participação no programa “Domingão da 104”, na Rádio Costa Branca (FM 104,3) no domingo passado, que um dos focos da iniciativa é realizar a castração de animais domésticos como gato, como forma de evitar a proliferação de doenças infectocontagiosas e o aumento da população de animais abandonados. GEDC0968                   Yure Araújo, presidente da ONG, quando fazia explanação do projeto (Foto: Evandson Bernardo)

Segundo ainda, Gelson Goes, uma das finalidades da castração é evitar que os animais fiquem se procriando e aconteça de ter muitos animais de rua. Mas também, evitar doenças prejudiciais à população, já que muitos animais acabam pegando essas doenças ao sair na rua.

No encerramento da reunião, o vereador “Tonho da Cohab” considerou que a iniciativa é positiva e além do seu apoio, ele pretende levar o assunto para o plenário da Câmara Municipal, para solicitar dos demais colegas que se engajem para o êxito da proposta, “cuja semente já foi plantada”, concluiu.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *