Vereador tem atuação voltada para os mais necessitados e encampa a luta pela recuperação dos dependentes químicos

Vereador Antônio Carlos, um batalhador em defesa dos mais necessitados (Foto: Jailton Rodrigues)

“Estou aqui para ajudar aos amigos. No que eu puder, contem comigo”. A frase facilmente identifica o seu autor, que rotineiramente a pronuncia para quem o procura no dia a dia para ajudar na solução de algum tipo de problema. Sendo os mais constantes, na área da saúde.

Vereador do primeiro mandato, o ex-gerente de Segurança e de Transportes da Prefeitura de Areia Branca, Antônio Carlos de Souza (PC do B), é o que se pode chamar de amigo do povo. Homem simples, ele tem se mantido próximo dos mais necessitados e vem travando uma luta em defesa das vítimas das drogas.

Em contato com o Blog, o vereador Antônio Carlos disse que pelo fato de conhecer bem as condições de vida de muitas famílias areia-branquenses, desde que assumiu o mandato tem se preocupado em dar apoio aos mais carentes, pois sabe das dificuldades dos que enfrentam problemas de saúde, como também as questões sociais. “Acreditamos que esse trabalho que desenvolvemos, seja de suma importância e de alguma forma venha a contribuir para uma melhor qualidade de vida desse povo que procura viver com dignidade e mais cidadania”, acrescenta.ANTÔNIO CARLOS, BETEL                Antônio Carlos (último, pela ordem) durante visita aos recuperando da Casa de Apoio Betel, em Mossoró

De acordo com o vereador Antônio Carlos, sua atuação parlamentar também é voltada para os dependentes químicos, por entender que são pessoas que lutam desesperadamente para salvar suas vidas e não têm como custear um tratamento. Juntamente com outros colegas de legislatura, ele já visitou a Fazenda Esperança, em Serra do Mel, e a Casa de Apoio Betel, em Mossoró. Ambas trabalham a recuperação de dependentes químicos.

Segundo o edil, essa é uma luta que precisa do envolvimento de todos, os poderes Executivo e Legislativo, as autoridades e a sociedade. Pois a situação enfrentada pelo município é preocupante, com jovens, adultos e idosos “perdidos” pelas drogas. “É preciso dar as mãos, trabalhar em conjunto pelo resgate daqueles que querem se recuperar e ser reintegrados ao meio familiar e ao mercado de trabalho.São pessoas que, muitas vezes, se sentem acuadas, e que não têm oportunidade de declarar guerra às drogas”, concluiu Antônio Carlos.ANTÔNIO CARLOS, FAZENDA ESPERANÇA              Antônio Carlos (o primeiro) na comitiva de vereadores e representante do Executivo em visita à Fazenda Esperança, em Serra do Mel

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *