Vereador faz denúncias infundadas e desconhece realidade do município

pagina_obras_defato (1)Conforme garantia Constitucional em seu artigo 5º, inciso V, e ratificado no ordenamento jurídico brasileiro através do artigo 14 do Pacto de São José da Costa Rica, o prefeito do município de Tibau, Josinaldo Marques de Souza, “Naldinho”, se sente ofendido diante as acusações infundadas por parte do vereador Antônio Ferreira de Medeiros (PMDB), divulgadas no Jornal De fato na edição do último domingo, 6, em sua capa e no Caderno de Estado, e invoca o direito de resposta.

De início, é importante ressaltar que o vereador Ferreira, governista das desastrosas administrações passadas, cumpre seu mandato como opositor da pior forma possível: mentindo.

O vereador que cumpre seu quarto mandato, dar demonstração de que não conseguiu se libertar do retrocesso administrativo. Mostra-se saudoso do que de pior aconteceu com o funcionalismo público que amargava meses de salário atrasado e nenhuma obra se fez na cidade, nas administrações que ele defendeu.

O vereador, ao realizar tais denúncias, infundadas por sinal, não apresenta qualquer documento que possa comprovar o que ele mesmo alega. Levanta uma série de suposições que estão sustentadas na má-fé e na necessidade de gerar um factoide que possa servir aos interesses politiqueiros do seu grupo.

A Administração Municipal em respeito ao povo de Tibau informa que ao contrário do que foi formulado pelo vereador, o município de Tibau não recebe R$ 1,4 milhão de royalties por mês. Por puro desconhecimento e irresponsabilidade, o vereador Ferreira não recorreu às informações que são públicas, mostrando queda regular nos repasses aos royalties.

Diferentemente do que foi denunciado pelo vereador defensor das desastrosas administrações passadas, o município de Tibau, de janeiro a novembro de 2015, recebeu menos de R$ 10 milhões de royalties.

Em agosto, o jornal publicou um pequeno acervo do muito que o atual governo municipal realizou

Causa estranheza, como o vereador defensor das desastrosas administrações passadas, utilize um meio de comunicação para colocar em dúvida uma administração municipal e não apresente um único documento que comprove o que se está denunciando, como por exemplo, a existência de um parque de vaquejada que ele aponta como sendo de propriedade do prefeito.

Desnorteado com a aprovação da atual administração, o vereador defensor das desastrosas administrações passadas, tem inventado factoides que sequer tem certeza. Denuncia ele que: “o parque de vaquejada que o prefeito construiu no município DEVE ter consumido…”. Percebe-se que seus ‘cálculos’ são baseados no ‘achismo’ e não em fatos reais.

Sua aposta é nivelar o prefeito Josinaldo Marcos aos seus colegas de período desastroso na Prefeitura, que há anos convivem com incontáveis processos judiciais por malversação de recursos públicos e deixaram o município inadimplente com servidores, fornecedores e endividado com a União. Uma situação que é exatamente diferente da vivenciada com a gestão de “Naldinho”.

Em outro ponto, e mais uma vez de forma atabalhoada, o vereador defensor das desastrosas administrações passadas, diz que o prefeito emprega recursos na compra de carros e outros bens. E aponta uma “frota” no município com placas padronizadas.

Porém, adiante na denúncia diz: “…É só observar as placas desses carrões ligados ao prefeito”. Mais uma vez, o vereador defensor das desastrosas administrações passadas, se mostra duvidoso, incerto naquilo que diz. Afinal de contas, os veículos são de propriedade do prefeito ou de pessoas ligadas a este?

Mais uma vez, é de se lamentar, que um representante do povo, se utilize de tal expediente, de forma leviana, para agredir de forma gratuita a administração municipal, demonstrando total desconhecimento dos fatos que no momento servem de base para suas inverdades.

Ainda é de se lamentar, que o vereador defensor das desastrosas administrações passadas, diga que o município deve mais de R$ 3 milhões a empresas prestadores de serviços.

Para conhecimento da sociedade tibauense e daquelas pessoas que leram as denúncias infundadas, não existe notas fiscais ou empenhos com tais débitos, conforme denunciado pelo vereador defensor das desastrosas administrações passadas.

Mais uma vez, o vereador mostra total desconhecimento com os números e até com a realidade do município, quem sabe, por andar mais preocupado em defender seu lote no assentamento Vila Nova, onde é posseiro de forma irregular, estando impedido de receber tal benefício por ser detentor de cargo público.

Já em relação às obras no município, que o vereador prefere desconhecer na matéria, diferentemente do que diz em conversas no município de Tibau, dia 28 de agosto de 2015, neste mesmo jornal (Jornal De Fato), em edição especial de aniversário, foi apresentado um pequeno acervo do muito que o atual governo municipal realizou.

Antecipamos, que a assessoria jurídica da Prefeitura de Tibau vai acionar o vereador na justiça para que ele prove as acusações. Já “Naldinho”, pessoa física, também acionará o vereador na justiça, dando-lhe a oportunidade de apresentar qualquer documento que possa embasar acusações tão maldosas.

De resto, o prefeito afirma que se coloca sob permanente julgamento da população e aguarda, do jornalismo de verdade, o dever de fazer jus a seu slogan.

Servidor recebeu salário e terá que explicar faltas

pagamento novembroComprovante de depósito do pagamento do servidor Gercim Dantas Maia

Também é de se estranhar que o vereador defensor das desastrosas administrações passadas, venha a imprensa informar que os aparelhos de fisioterapia estão quebrados, bem como o Centro Odontológico não funciona e que faltam medicamentos nos postos de saúde.

Segundo a secretaria municipal de Saúde, doutora Maria Ivone, os aparelhos estão funcionando, atendendo a população tibauense, “assim como também funciona o Centro Odontológico e tem medicamentos nos postos de saúde. Aproveitamos para convidar o senhor vereador Ferreira, a visitar os locais que ele denuncia, e se o mesmo desejar, utilizar os aparelhos e tomar algum remédio nos postos de saúde”, sugere a secretária.

Já em relação a educação, a secretária Socorro Nascimento, repudia a denúncia de que falta merenda escolar. “Não se faz denúncia apenas por ouvir falar, é preciso ter certeza e responsabilidade diante uma coisa tão séria”, repudiou a secretária. 

No que se refere ao salário dos servidores, quem entende muito bem de atraso é o vereador Ferreira, defensor das desastrosas administrações passadas, onde os funcionários passavam meses sem receber e sequer tinha perspectiva de quando iam receber.

pagamento setembro (1)Comprovante de pagamento do mesmo servidor, referente ao mês de setembro de 2015

Talvez o funcionário Gercim Dantas Maia não recorde qual mês da administração passada ele recebeu em dia, diferentemente da atual administração a qual ele diz desconfiar que seu salário tenha sido desviado e que há mais de dois meses que não recebe.

O funcionário é outro que falta com a verdade, tanto é que, os documentos comprovam que ele recebeu seus vencimentos referente aos meses de setembro e novembro, não tendo ainda recebido o mês de outubro, tendo em vista se encontrar retido na folha de pagamento por não ter assinatura do ponto e faltas injustificadas. 

Os fatos narrados na denúncia pelo funcionário já foram encaminhados para a assessoria jurídica que tomará as providências cabíveis.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *