Vereador de Assu foi morto a tiros dentro da sua oficina mecânica na manhã desta quarta-feira

0Manoel Botinha, como era mais conhecido, foi assassinado na manhã de hoje (Foto: Reprodução)

O vereador da cidade de Assu, Manoel Ferreira Targino, de 54 anos, conhecido por Manoel Botinha, foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira, 22. O crime aconteceu dentro da oficina mecânica do vereador por volta das 8h.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens chegaram ao local em uma moto e efetuaram vários disparos contra o vereador. Os tiros também atingiram um funcionário da oficina.

Os dois foram socorridos, mas o vereador não resistiu aos ferimentos e morreu. O outro homem baleado não corre risco de morte. Manoel Botinha foi eleito pelo PP, mas atualmente estava no Pros. Este era o terceiro mandato dele na Câmara Municipal de Assu.

Nota de pesar

O presidente do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) no Rio Grande do Norte, deputado federal Rafael Motta, emitiu notar de pesar em nome da agremiação partidária, lamentando o falecimento do vereador.

“Natural de Ipanguaçu, Manoel Botinha estava em seu terceiro mandato como vereador e tinha uma atuação marcante na busca por soluções para os problemas que afligem os moradores dos bairros e comunidades em Assu”, diz a nota.

“Manoel Botinha deixa mulher, Francisca Carlos Barbosa Targino, dois filhos, e vários amigos, com os quais seus correligionários, dentre eles, o prefeito de Assu, Ivan Júnior, a bancada do PROS na Câmara Municipal de Assu e o presidente da sigla no RN, o deputado federal Rafael Motta, se solidarizam neste momento”, conclui o texto.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *