Vereador Aldo Dantas mobiliza a Câmara Municipal para ampliar o debate em torno do resgate do Carnaval de Areia Branca

ALDO DANTAS DEFENDE CONSTRUÇÃO DE PONTE LIGADO PRAIAS DE AREIA BRANCA

Aldo Dantas amplia debate sobre necessidade do Carnaval local

O vereador Aldo Dantas (PMDB) retomou no plenário da Câmara Municipal de Areia Branca, na sessão ordinária de ontem, 11, um assunto relatado na sessão anterior, sobre o engajamento do Legislativo municipal pela volta do Carnaval de Areia Branca, que segundo ele, não se trata de uma mera festa popular, mas de uma alavanca para a economia, que tem feito falta nos três últimos anos, período em que o evento deixou de acontecer em nível local.

Segundo Aldo Dantas, deve-se, sim, atender as necessidades das famílias rurais que estão enfrentando problemas devido ao prolongado período de estiagem. “Mas paralelo a isso pode-se buscar alternativas para a realização do Carnaval de Areia Branca, que desde 2012 não ocorre e precisa ser resgatado”, afirma.

Aldo Dantas disse que respeita o direito de todos e ressalta que irá lutar para resgatar o Carnaval da cidade. “Não temos intenção de prejudicar os agricultores locais, mas apenas lutar e buscar junto às autoridades, os meios viáveis para que o nosso Carnaval, que já foi um dos maiores do interior do Estado, volte a acontecer”, reforçou.

O vereador Alderi Batista de Souza (PPS) pediu um aparte para sugerir que o engajamento de todos nessa luta em prol do Carnaval local tem que ser consolidado desde já, pois se trata de um processo demorado junto à Justiça.

ARRASTÃO-NO-CARNAVAL-DE-AREIA-BRANCA-2010_thumb1

Arrastão” vindo da praia para a cidade no Carnaval de 2010: mar de gente

O vice-presidente da edilidade, Antônio Luiz Neto, “Tonho da Cohab” (DEM), também pediu um aparte ao vereador Aldo Dantas, para afirmar que é a favor dos recursos e benefícios canalizados para os agricultores prejudicados com a falta de chuvas no município, cujo processo pode continuar acontecendo paralelamente ao Carnaval, que comprovadamente gera grandes benefícios para a população pela quantidade de visitantes e turistas que a cidade recebe no período da folia.

Dando sequência ao seu pronunciamento, Aldo Dantas adiantou que foi informado extraoficialmente que o estado de calamidade no município deverá encerrar entre os meses de março e abril deste ano. “Esperamos que isso realmente aconteça”, disse.

Por último, Aldo Dantas fez outro requerimento verbal, solicitando a interdição nos finais de semana, da área que engloba a Pizzaria Pic-Nic e a Igreja Matriz, contornando a Praça da Conceição, para dar mais segurança e comodidade às pessoas que vão à missa e que frequentam os ambientes de entretenimento e lazer existentes no referido trecho.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *