TJRN: João Rebouças homenageia Judite Nunes em sessão que marcou oficialmente a aposentadoria da magistrada

Desembargador João Rebouças com a agora desembargadora aposentada, Judite Nunes (Foto: Arquivo/TJRN)

Numa sessão marcada por homenagens e depoimentos emocionantes, o Pleno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) se despediu na quarta-feira, 1º, da desembargadora Judite Monte de Miranda Nunes, que se aposentou do colegiado, o qual integrava desde 1997, totalizando 24 anos de serviços prestados à magistratura potiguar e à sociedade norte-rio-grandense.

Durante as homenagens dos colegas do plenário à desembargadora Judite Nunes, o desembargador João Rebouças disse que não se deve ficar triste com as despedidas, “pois estas são necessárias para os reencontros e que um reencontro depois de uma vida inteira é algo inevitável para os amigos”.

João Rebouças destacou que a trajetória de Judite Nunes é constituída de muitos feitos, de alegrias e realizações, sendo a primeira mulher a presidir o Tribunal de Justiça do Estado e o Tribunal Regional Eleitoral do RN, tendo uma carreira de mais de 50 anos na Justiça, parte como membro do MP e parte como desembargadora da Corte de Justiça potiguar.

João Rebouças disse ainda que Judite Nunes será sempre referência e exemplo para os colegas. “Registro que vossa excelência envergou, por mais de 24 anos, com muita honra e dignidade, a toga. Nessa trajetória vitoriosa, a desembargadora Judite jamais se distanciou dos predicados que ornamentam o verdadeiro magistrado. Sua postura, honestidade, coragem, sabedoria e profusão de conhecimentos ficarão grafados de forma perene nos anais dessa corte”, externou.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *