TCE condena ex-prefeito de Tibau a devolver mais de R$ 2, 7 milhões por irregularidades

NILO OKOK O então prefeito de Tibau, Francisco Nilo Nolasco, teve as prestações de contas referentes à inspeção ordinária, exercícios de 2005 e 2006, consideradas irregulares pela Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Nilo está enrolado com prestação de contas

Em processo relatado pelo conselheiro Marco Montenegro, o ordenador da despesa foi condenado ao ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$ 2.717.785,32 decorrentes da desaprovação das contas de licitações, execução de despesas, Fundef e inspeção ordinária.

As principais peças do processo serão encaminhadas para análise pelo Ministério Público Estadual, para tomada das medidas judiciais cabíveis.

Câmara

Da câmara municipal de Tibau, prestação de contas referente ao 1° bimestre de 2006, responsável Francisco Florêncio da Silva Sobrinho. O voto foi pelo ressarcimento de R$ 68.602,71, pertinente a valores gastos e não comprovados. (Com informações do TCE/RN).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *