STJ nega habeas corpus de João de Deus e médium deve voltar à prisão

João de Deus foi preso em dezembro de 20189, acusado de estupro (Foto: Reprodução)

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou dois pedidos de habeas corpus (HC) de João Deus e determinou que o médium volte à prisão. O médium estava em um hospital em Goiânia (GO) para tratamento de saúde desde 22 de março.

João de Deus foi preso preventivamente em dezembro de 2018 acusado de estupro. Foram mais de 254 denúncias de abuso sexual durante as sessões com o médium.

Em março deste ano, o ministro do STJ e relator dos habeas corpus, Nefi Cordeiro, autorizou que João de Deus saísse do presídio e fosse internado em um hospital, onde está desde então.

Nesta terça-feira, 4, Cordeiro argumentou que houve melhora no quadro de saúde do médium. Dessa forma, ele poderia continuar o tratamento na prisão.

Os ministros Rogerio Schietti, Antonio Saldanha e Laurita Vaz também votaram contrários ao HC. Apenas o ministro Sebastião Reis Júnior votou contrário ao relator. (Com informações Correio Braziliense).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *