Sinporn cobra que Codern divida ganhos de produtividade com portuários de Natal e Areia Branca

    Movimentação no Terminal Salineiro de Areia Branca superou expectativas (Foto: Reprodução)
Para o Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Portuários do
Estado do Rio Grande do Norte (Sinporn) a Companhia Docas do Rio Grande do Norte
(Codern) deveria dividir com os trabalhadores dos portos de Natal e Areia Branca
os ganhos de produtividade, por meio da implantação do Plano de Cargos Carreiras
e Salários (PCCS), piso salarial e adicional de produtividade.
A entidade sindical cobra da Codern o reconhecimento financeiro
para a categoria, pois a atividade portuária no Rio Grande do Norte, não está em
crise.
O sindicato se baseia no fato de que recentemente a Codern
divulgou seu balanço geral referente ao ano de 2015, comemorando aumento do
faturamento da Companhia, graças a quebra de recordes de produtividade nos
Portos de Natal e de Areia Branca. A movimentação no período superou a
expectativa da própria empresa.
Conforme o Sinporn, além desses resultados positivos, a Codern
trabalha com perspectivas de quebrar novamente o recorde em 2016. “O sindicato e
a categoria irão continuar cobrando a participação financeira desses resultados
positivos no aumento da produção da Companhia”, afirma a entidade. 
No último dia 13, a Codern reuniu a imprensa pra apresentar o
balanço das atividades no ano passado. Na oportunidade o diretor-presidente,
Emerson Fernandes, relatou que o crescimento geral na movimentação de cargas foi
de 26,61% com mais de 2,5 milhões de toneladas, entre exportação e importação.
A meta da empresa era chegar a 2,3 milhões de toneladas
movimentadas no Porto de Natal e no Terminal Salineiro de Areia Branca. No
entanto, alcançou 2,5 milhões, ultrapassando a meta da própria empresa em 9,08%
e movimentando 26,61% a mais do que em 2014. Com isso, fechou o ano com um
faturamento de R$ 40 milhões.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *