Sindicato e Codern avançam nas negociações para implantação do novo Plano de Cargos e Salários

Sede da Codern em Areia Branca (Foto: Do Blog)
A proposta de um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários
(PCCS) para os empregados da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern),
que atualmente encontra-se em análise em Brasília (DF), no Ministério do
Planejamento, mais precisamente no Departamento de Coordenação e Governança das
Empresas Estatais (DEST), deu mais um passo importante.
Segundo o Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Portuários
do Rio Grande do norte (Sinporn), no final do mês passado a Codern enviou ao
DEST o relatório do impacto dos cálculos atuariais no PCCS.
Esse impacto atuarial, explica o sindicato, também é uma das
exigências da Portaria 027/2012-DEST para aprovação dos planos de cargos e
salários das empresas estatais do Governo Federal.
Ainda de acordo com a entidade sindical, esse impacto atuarial
diz respeito ao custo financeiro que deverá recair no novo PCCS referente as
despesas com o Portus (plano de previdência complementar do empregados da
companhia). 
Na primeira quinzena de maio passado, o Sinporn fez a entrega
de ofícios aos ministros Edinho Araújo (Secretária de Portos) e Henrique Alves
(Turismo), bem como aos senadores Fátima Bezerra (PT) e Garibaldi Alves Filho
(PMDB).
Nos ofícios, a entidade solicitava apoio institucional dos
ministros e parlamentares no sentido de colaborar na agilidade da aprovação do
PCCS da Codern.
O PCCS é esperado com muita ansiedade pelos empregados da
Codern, tendo em vista a desatualizada da tabela salarial dos empregados da
companhia. Além disso, a Codern é a única Companhia Docas que ainda não tem um
novo Plano de Cargos e Salários aprovado pelo Governo Federal.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *