Sindicalistas e aquaviários aprovam pauta salarial que será apresentada às empresas de navegação

Batista Souto, Lenilson Vale e Francisco Ventura comandam os sindicatos marítimos (Foto: Reprodução)
Em Assembleia Geral Extraordinária realizada na quinta-feira,
14, representantes sindicais da área marítima e aquaviários discutiram e
aprovaram pontos de uma extensa pauta de reivindicações que será negociada com
as empresas de navegação que operam no transporte de sal para o Terminal
Salineiro de Areia Branca.
A reunião aconteceu a partir das 10h, na sede do Sindicato
Nacional dos Marinheiros e contou com expressiva participação de aquaviários da
base territorial, que abrange principalmente os marítimos que trabalham nas
empresas de navegação Navenor, Sermapra, A. Carlos Transportes Marítimos, e
Nacional, do Grupo Maranata.
A reunião foi conduzida pelos sindicalistas Francisco Ventura,
Delegado dos Sindicato Nacional dos Marinheiros e Sindicato Nacional dos
Taifeiros e Culinários, e Batista Souto, presidente do Sindicato dos Mestres e
Contramestres. O advogado Dario Silva e Lima, participou do evento  e reforçou
os argumentos dos sindicalistas.
De acordo com os sindicalistas, a data-base da categoria dos
marítimos é em 1º de fevereiro. Nos últimos 12 meses, o Índice Nacional de
Preços ao Consumidor (INPC) do Instituto Brasileiro de Geografia e estatística
(IBGE), registrou defasagem salarial de 11,2762%.
Após a divulgação do INPC de janeiro, que deverá sair na
primeira quinzena de fevereiro, será conhecida a correção oficial dos
aquaviários. Os sindicalistas estão reivindicando um ganho  real de 1,5%, além
da inflação.
Além da correção salarial, os representantes dos marítimos em
Areia Branca, estão também reivindicando reposição do Vale-Alimentação, Plano
Odontológico, e gratificações especiais. 
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *