Secretaria de Saúde do Estado e II Ursap promovem atualização em profilaxia da raiva humana

0 LIDIANE GARCIA GERENTE DA II URSAP 2Lidiane Garcia, gerente da II Ursap, chama a atenção para a importância do evento (Foto: Divulgação / Assessoria)

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e a II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), com sede em Mossoró, promoverão nesta sexta-feira, 19, das 8h às 13h, no auditório Professor Milton Marques de Medeiros, da Faculdade de Ciências da Saúde – FACS (Faculdade de Medicina da Uern), uma atualização em profilaxia da raiva humana direcionada aos profissionais médicos, de enfermagem e pessoas que trabalham no atendimento a pacientes agredidos por animais susceptíveis à raiva.

Estarão presentes no evento a gerente da II Ursap, Lidiane Garcia;  a técnica do Programa Estadual de Controle da Raiva, Cintia Higashi; o coordenador do Núcleo Técnico, Thiago Medeiros de Souza; o coordenador regional do Programa de Controle da Raiva da II Ursap, médico veterinário Aderson Dantas de Lira; e o médico veterinário da II Ursap, Saint-Clair Lopes de Medeiros.

Foram convidados representantes dos 27 municípios da jurisdição da II Ursap, técnicos dos hospitais que trabalham com aplicação do soro antirrábico humano, como: Hospital Tarcísio Maia, de Mossoró; Hospital Sara Kubistchek, de Areia Branca; Hospital Regional de Angicos; Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira, de Caraúbas;  Hospital Regional Hélio Morais Marinho, de Apodi; e o Hospital Nelson Inácio dos Santos, de Assú, e estudantes do curso de Medicina da Faculdade de Ciências da Saúde (FACS) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern). São esperadas cerca de 150 pessoas. Será fornecido certificado aos participantes.

Segundo o coordenador regional do Programa de Controle da Raiva da II Ursap, médico veterinário Aderson Dantas de Lira, o objetivo do evento é atualizar os profissionais com os novos procedimentos a serem aplicados no atendimento às pessoas agredidas por animais susceptíveis à raiva, especialmente com relação à aplicação de soro, vacina antirrábica e observação ao animal agressor.

“A raiva é uma antropozoonose transmitida ao homem pela inoculação do vírus presente na saliva e secreções do animal infectado, principalmente pela mordedura. Apresenta letalidade de aproximadamente 100% e alto custo na assistência preventiva às pessoas expostas ao risco de adoecer e morrer. Apesar de ser conhecida desde a antiguidade, continua sendo um problema de saúde pública”, explica Dr. Aderson Dantas de Lira.

De acordo com a gerente da II Ursap, Lidiane Garcia, este tipo de evento é de extrema importância para o controle e a prevenção de novos casos de raiva humana.

Programação

8h – Acolhimento

8h20 às 8h30 – Abertura

8h30 às 8h50 – “Situação Epidemiológica da Raiva no RN”, com explanação da bióloga e técnica do Programa Estadual de Controle da Raiva, Cintia Higashi.

8h50 às 9h10 – “Sintomatologia da Raiva nos Animais”, a cargo da médica veterinária do Hospital Giselda Trigueiro de Natal, Joana D’arc Pires

9h10 às 9h30 – “Administração da vacina antirrábica humana”, pela enfermeira do Hospital Giselda Trigueiro, Erotides Justino

9h45 às 13h – “Profilaxia da raiva humana- estudo de casos”, pelo médico e professor especialista da Faculdade de Ciências da Saúde – FACS (Faculdade de Medicina da Uern), Fabiano Rodrigues Maximino.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *