Secretaria de Cultura se reúne com representantes de artistas para traçar ações com a categoria

Artistas foram ouvidos e dialogaram sobre ações (Foto: Wilson Moreno/PMM)

A Secretaria Municipal de Cultura se reuniu com representantes do grupo de artistas de Mossoró que enviou a “Carta Emergent 2021”, propondo medidas para classe artística mossoroense durante a pandemia da Covid-19. A reunião foi realizada na manhã desta quarta-feira, 7, na Biblioteca Municipal Ney Pontes Duarte, onde também funciona a secretaria.

No último dia 30, a Carta Emergent 2021 assinada por um grupo de 32 artistas foi enviada a Secretaria Municipal de Cultural. No documento, os artistas propõem ações ao poder público que visem de alguma forma sanar ou mitigar, os danos sofridos pela classe artística gerada pela pandemia da Covid-19. Desde o recebimento da carta, a Prefeitura de Mossoró por meio da Secretaria de Cultura tem analisado as propostas. Nesta quarta, o secretário de cultura Etevaldo Almeida se reuniu com representantes dos artistas para deliberar os pedidos.

“Convidamos uma representação do grupo de artistas que nos entregou essa carta proposta para que a gente possa construir coletivamente possibilidade de se trabalhar uma articulação via o que está planejado e orçado no âmbito do município, tomando como referência nossas normativas legais. A Secretaria de cultura se reuniu com os artistas para dá um retorno e pautar como proceder as ações que são possíveis de ser realizadas nesse ano de 2021, tomando como referência o que está planejado no âmbito da Secretaria de Cultura que está aprovado para execução conforme as leis municipais”, explicou o secretário Etevaldo Almeida.

Secretário de cultura Etevaldo Almeida dialogou com a classe artística mossoroense (Foto: Wilson Moreno/PMM)

A Prefeitura de Mossoró tem dialogado com os artistas e tem trabalhado no planejamento do Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual. Nesta edição, a programação terá participação expressiva de artistas locais, gerando renda para os fazedores e fazedoras da cadeia produtiva de arte e cultura. A prefeitura também lançará o edital do Prêmio Fomento – Lei Maurício de Oliveira. Toda articulação de ações tem sido feita para amparar e promover o fomento aos artistas.

“Nós somos sensíveis sim, a todas as demandas da classe artística, sabemos que muitos estão passando por situação de fragilidade porque alguns que vivem da arte não têm vínculo empregatício. Ele tem essa dificuldade financeira nesse momento, mas nós precisamos pensar a viabilidade um pouco de geração de renda tomando como referência as leis que nos orientam e regimentam. Somos sensíveis sim, seguiremos com as tratativas com a classe artística para assim pensarmos a política pública de cultura do município de Mossoró”, afirmou o secretário de cultura.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *