Secretaria de Agricultura e Gerência de Pesca vão realizar diagnóstico sobre as reais condições de trabalho dos pescadores do “Casco do Cavalo”

PESCADORES DO CASCO DO CAVALO, EM AREIA BRANCA, RECEBERÃO BENEFÍCIOSPescador no “Casco do Cavalo”, onde a atividade é praticada por centenas de pessoas  

Atendendo solicitação da prefeita Luana Bruno (PMDB), o secretário municipal de Agricultura e Pesca, Ari Félix da Silva, e o Gerente de Pesca, Ronaldo do Vale, estiveram terça-feira, 8, no “Casco do Cavalo” para conversar com os pescadores com o objetivo de diagnosticar as reais condições de trabalho dos mesmos. 

A área, que fica localizada na Salina Miramar, da empresa Norte Salineira (Norsal), próximo às margens da rodovia BR-110 que dá acesso ao perímetro urbano da cidade, é conhecida por concentrar pescadores que ali encontram o camarão e peixes como cambão, carapeba, salema, carapicu, tainha e outras espécies.

Segundo um levantamento preliminar feito pela Secretaria de Agricultura e Pesca do município, mais de 200 pescadores que vivem da pesca praticada no local, chegam a ganhar até R$ 1 mil com a venda do pescado retirado do “Casco do Cavalo”.

De acordo com o secretário Ari Félix, na visita feita ao local na terça-feira ficou acertado com os pescadores que se encontravam na oportunidade, que nesta sexta feira, 11, haverá uma nova reunião onde será feito o cadastro e a legalização dos pescadores  junto à Colônia de Pescadores Z-8 de Areia Branca e à Gerência de Pesca do município.

Para essa reunião, ainda de acordo com Ari Félix, será convidado um representante do Banco do Brasil para falar sobre as linhas de crédito disponíveis como o Programa Mais Alimento, para a pesca de camarão e quais são os critérios para que o pescador tenha acesso ao crédito.

ARI E RONALDO DA PESCAAri Félix (camisa azul) e Ronaldo da Pesca (camisa vermelha) aguardando a chegada dos pescadores para a reunião

Segundo Ari Félix, a atual gestão está preocupada com a situação dos pescadores do “Casco do Cavalo” e também das localidades de Pedrinhas e de Serra Vermelha, neste município. Com o propósito de organizar essa atividade que garante a subsistência de milhares de famílias, a prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura e Gerência de Pesca, buscará parcerias com o Ministério da Pesca e instituições financeiras visando facilitar o acesso da categoria às linhas de crédito e promover capacitação para os pescadores e seus familiares.

Ontem, 9, o secretário de Agricultura Ari Félix e o gerente de Pesca, Ronaldo do Vale, estiveram reunidos com o professor Marcelo Tubarão, coordenador de cursos da área da pesca na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), cujo tema foi a elaboração de um diagnóstico preciso dos pescadores do “Casco do Cavalo”.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *