Secretaria avança com ações em prol da educação municipal de Areia Branca

Alunos da Escola Municipal Aluízio Alves não escondem a alegria ao receber o material didático

A Secretaria Municipal de Educação de Areia Branca vem realizando nos últimos dias a entrega do material didático do ano letivo 2019. Foram contemplados na última terça-feira, 2, os alunos da Educação Infantil da Escola Municipal Aluízio Alves e na semana passada as crianças da Centro de Educação Infantil – CEI Luiz Breno. “Fiquei muito feliz de ver a alegria das crianças por estarem recebendo o material didático, que é um apoio para incrementar as aulas do professor. Sabemos que uma aula não é só ‘o livro’, mas ele é muito importante, um recurso que o professor utiliza para dinamizar a aula também”, declarou a secretária de Educação, Maria Aparecida Medeiros.

A professora Aparecida Medeiros assumiu a educação municipal em 4 de janeiro passado e, deste então, vem trabalhando pela melhoria da qualidade do ensino público em Areia Branca com intervenção que vão desde a infraestrutura das escolas a valorização do serviço do magistério. “Quase todas as nossas escolas este ano já tiveram alguma melhora em sua estrutura física, iniciando pela zona rural”, informou. Outros projetos da pasta incluem qualificação. “Nós temos um Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) não muito satisfatório no município, então o nosso objetivo é aumentar esse indicador para que venhamos a nos orgulhar”, acrescentou.

Preocupada com o tema violência, entre as ações que vem ocorrendo nas escolas ou com o corpo funcional, destacam-se o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) que está sendo realizado atualmente nas escolas municipais Aluízio Alves e a Valdecir Nunes. “É onde as crianças tomam consciência da questão e dos efeitos das drogas em seus usuários. E, de certa forma, serve como prevenção, para que não se aproximem desse campo minado”, comentou. No último final de semana, representantes da secretaria compareceram a 7ª edição do Simpósio “Educação para a Paz”, realizado na cidade de Igarassu, em Pernambuco, onde foram debatidas estratégias conjuntas para prezar a harmonia dentro do ambiente de ensino. “Esse trabalho tem sido desenvolvido juntamente com as Obras Sociais Dom Bosco desde o ano passado, buscando a paz na escola, com a não violência”, informou Aparecida Medeiros.

Secretária Aparecida Medeiros diz que material  é um apoio para incrementar as aulas do professor

Segundo a secretária, as frentes de trabalho em prol da paz dentro da educação devem vir de diversos setores, inclusive do magistério e, para o trabalho acontecer é necessário o apoio da população, principalmente dos pais dos alunos. “Nós estamos pensando no melhor, e não só na educação de uma pessoa, mas de todas as crianças, jovens e adolescentes”, destacou. Outro programa, Justiça Escola, será desenvolvido nos dias 16 e 17 de maio pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte quando 180 professores da rede municipal serão habilitados dentro do método “Caráter Conta” que trabalha os valores sinceridade, respeito, responsabilidade, senso de justiça, zelo e cidadania.

“Sem os professores, nada acontecia. Todas as profissões do mundo precisam de um professor à sua frente. Se não fosse pelas mãos de um professor, nenhum de nós estaríamos trabalhando. Sabemos que não é fácil, mas eles estão ali se doando, anos a fio na educação, tratando crianças e jovens com o mesmo carinho. Para eles, todo o nosso orgulho e gratidão”, finalizou Aparecida Medeiros.

Fotos: Assessoria de Comunicação PMAB

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *