Sandra e “Souza” defendem a permanência da Receita Federal e terminal de embarque

SOUZA COM A DEPUTADA SANDRASandra se une a “Souza” pela permanência da Receita Federal  

O prefeito de Areia Branca, Manoel Cunha Neto, “Souza” (PP), estará em Brasília (DF) na próxima semana para tratar de uma série de assuntos, entre eles a permanência da Inspetoria da Receita Federal em Areia Branca. A condução desse assunto, na capital federal, será pela deputada federal Sandra Rosado (PSB) e pelo ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho.

Antes, a deputada federal Sandra Rosado terá audiência no Ministério da Integração, onde vai conversar com o ministro Fernando Bezerra Coelho sobre o sistema de abastecimento de água na região Oeste e Alto Oeste. A parlamentar deve destacar a situação de comunidades rurais em Mossoró, como por exemplo, a área do Jucuri. “Quero ouvir do ministro qual a previsão de investimento para nosso Estado, e de que modo essas regiões poderão ser atendidas”, explica Sandra Rosado que estará acompanhada na audiência da deputada estadual Larissa Rosado (PSB) e do vereador de Mossoró, Lahyre Rosado Neto (PSB).

Na Receita Federal, a audiência com o secretário Carlos Alberto Freitas Barreto, será para tratar do funcionamento do escritório da Receita Federal em Areia Branca.

Acompanhada do ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho e do prefeito de Areia Branca, “Souza”, Sandra Rosado vai mostrar ao secretário da Receita Federal que o município não pode perder os serviços do órgão. “No momento em que a Caixa Econômica abre sua primeira agência na cidade, não podemos deixar que a Receita desative seus serviços. Isso é um retrocesso”, argumenta.

Com o ministro dos Portos, José Leônidas Cristino, Sandra Rosado vai falar sobre a ampliação do Porto-Ilha de Areia Branca. Ela é autora da Indicação 7659 de 2006, que sugere investimentos por parte do Governo Federal para ampliação do porto de Areia Branca de modo a beneficiar a exportação de frutas da região, hoje escoada pelo porto do Pecém no Ceará.

“A construção de um terminal de embarque de frutas ao lado do terminal salineiro do Porto-Ilha poderá ser feito em curto espaço de tempo e a baixo custo, já que a sua construção é feita basicamente de areia de praia, que é usada para aterrar a área cercada por estacas de aço fincadas no fundo do mar”, justifica Sandra Rosado.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *