Restaurante Popular de Areia Branca não consta na lista dos que ameaçam fechar

DSC01847

Inaugurado em agosto deste ano, Restaurante Popular de Areia Branca não está entre os que ameaçam fechar por falta de pagamento

A “ressaca” da recente campanha eleitoral para o Governo do Estado no Rio Grande do Norte está começando a fazer efeito. Mimos do governo, programas sociais como Restaurante Popular e do Leite, estão em crise. O primeiro, inclusive, está ameaçado de paralisar as atividades em alguns municípios por falta de pagamento. Seus proprietários reclamam que há três meses não vêem a for do dinheiro.

Para evitar o pior, uma vez que a paralisação de uma única unidade do programa causaria enorme prejuízo à população de baixa renda que usufrui do benefício, o Governo do Estado promete que nesta segunda-feira, 18, estará quitando parte do atrasado.

Segundo divulgou a assessoria do governador Iberê Ferreira de Souza (PSB), amanhã serão repassados R$ R$ 2,6 milhões aos empresários que exploram os serviços dos restaurantes populares no Estado. O valor corresponde ao pagamento de dois meses de atraso. Mesmo assim, ainda fica pendente o mês de setembro.

Na lista dos restaurantes populares ameaçados de paralisar as atividades nesta segunda-feira por falta de pagamento, não consta a unidade de Areia Branca, instalada em agosto passado e que fornece diariamente 700 refeições ao preço de R$ 1.

O programa é coordenado pela Secretaria Estadual de Trabalho e Ação Social (Sethas). No RN, estão em funcionamento 24 unidades que totalizam investimentos que ultrapassam os R$ 24 milhões por ano.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *