Reserva da Ponta do Tubarão sedia Festival Gastronômico de Pescados e feira e exposição de produtos e serviços da pesca artesanal

Entrada da comunidade de Barreiras na Ponta do Tubarão - litoral potiguarReserva de Desenvolvimento Sustentável Ponta do Tubarão é beneficiada com apoio à pesca 

O município de Macau sediou no período de 25 a 27 deste mês uma intensa programação com ações voltadas para a preservação do meio ambiente e promoção do desenvolvimento sustentável das comunidades de Barreiras, Diogo Lopes e Sertãozinho. Entre os eventos, ocorreram as inaugurações do centro de negócios Nosso Barco e do barco Frei Alfredo para apoio a pesca e ao turismo comunitário da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual Ponta do Tubarão (RDSEPT).

Esses equipamentos fazem parte do Projeto Rede Cidadã no Barco Solidário, executado pela Comissão de Justiça e Paz (CJP) de Macau e patrocinado pela Petrobras, poor meio do Programa Petrobras Desenvolvimento e Cidadania.

O primeiro evento, a inauguração do barco Frei Alfredo, ocorreu na sexta-feira, 25, às 15h, no Largo da Regata, onde houve o batismo e benção do barco que realizou em seguida passeio inaugural pelo Rio Tubarão. Ainda na sexta-feira, às 19h30, ocorreu a inauguração do Centro de Negócios Nosso Barco. Houve também o I Festival gastronômico de Pescados e a Feira de Exposição de Produtos e Serviços da pesca da RDSEPT.

A programação do sábado, 26, e do domingo, 27, ocorreu no Centro Petrobras de Desenvolvimento Sustentável, o Rancho, com a realização da Feira e Exposição de Produtos e Serviços da Pesca Artesanal da RDSEPT e com o I Festival Gastronômico de Pescados da RDS Ponta do Tubarão.

Festival Gastronômico de pescados

O I Festival foi um dos eventos da programação do final de semana em Macau. No cardápio servido para degustação no sábado a partir das 19h30 e no domingo a partir das 14h, pratos elaborados pelos moradores das comunidades do entorno da Reserva que valorizavam o pescado produzido na região. “Os pratos foram confeccionados com espécimes de pescado encontrado na nossa região como a ubarana, sardinha, camarão, marisco, entre outros”, contou Itá, coordenador do Projeto.

Sobre o Projeto Rede Cidadã no Barco Solidário

Idealizado por um grupo de moradores das comunidades pesqueiras de Barreiras, Diogo Lopes e Sertãozinho, localizadas no município de Macau, e patrocinado através da seleção pública de projetos do Programa Petrobras Desenvolvimento e Cidadania, o Projeto Rede Cidadã no Barco Solidário está em execução na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual Ponta do Tubarão e tem como principal objetivo gerar emprego e renda para as comunidades.

O projeto estrutura-se em torno de três eixos de trabalho: a formação e capacitação de pescadores, microempreendedores, artesãos e moradores nas disciplinas de Gestão de projetos comunitários, turismo comunitário, artesanato com rejeitos da pesca e uso do GPS e rádio de comunicação; a construção da infraestrutura de um centro de negócios e de um barco para apoio na pesca e turismo comunitário; e ainda a implantação de uma rede cidadã de oferta de serviços e produtos, formada pelos moradores das comunidades.

A inauguração do barco e do centro de negócios marcaram a finalização do segundo eixo do projeto e a realização da feira de produtos e serviços e do I Festival gastronômico foram idealizadas para fomentar a rede cidadã, terceiro eixo do projeto.

Programa Petrobras Desenvolvimento e Cidadania

Por meio do Programa Desenvolvimento & Cidadania, a Petrobras investe em projetos voltados para geração de renda e oportunidade de trabalho, educação para a qualificação profissional e garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *