Projeto “Mamãe Coruja” atende 38 gestantes a partir do sexto mês de gestação

Ao final do encontro as gestantes receberam Kit Maternidade para o bebê

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Tibau realizou na quarta-feira, 11, o primeiro encontro com as mães do projeto “Mamãe Coruja”, que contabiliza atualmente 38 gestantes com seis meses de gravidez.

As gestantes são acompanhadas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e com isso recebem orientação de psicólogo, assistente social e enfermeiro, que dão orientações diversas.

Na quarta-feira, elas receberam informações sobre amamentação, como o de apenas dar só leite do peito ao filho até os seis meses, que nesses seis meses o bebê não precisa receber água, chás e outros alimentos, devendo acontecer apenas após os seis meses, mas que se deve continuar amamentando até os dois anos ou mais.

“O leite materno é o alimento ideal para o bebê nos primeiros anos de sua vida. É de grande importância para sua sobrevivência, pois atende todas as necessidades nutricionais, imunológicas, e psicológicas do recém-nascido”, disse a assistente social Geiza Fernandes.

As gestantes também receberam Kit Maternidade para o bebê, que é composto por fraldas descartáveis, talco, colônia, sabonete, shampoo e lenço umedecido.

De acordo com a secretária de Ação Social, Viviane Rebouças, a procura para se inscrever no programa tem aumentado. “No entanto, ressaltamos que a inscrição é para gestantes a partir do sexto mês”, observou .

Para a prefeita Lidiane Marques (PSDB), o projeto “Mamãe Coruja” é importante porque busca o fim da exclusão e desigualdade social. “Nosso compromisso é o de impactar positivamente na melhoria dos indicadores sociais do nosso município. E através de parcerias vamos continuar apoiando as gestantes”, garantiu a prefeita.

Fotos: Divulgação

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *