Profissionais da educação e saúde recebem capacitação para retomada das aulas presenciais

A capacitação foi ministrada por Leonardo Araújo Pansard, da UFRN

Profissionais da educação e da saúde do município de Tibau participaram na sexta-feira, 17, de capacitação com profissionais do Núcleo de Saúde do Trabalhador (Nursat), da II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), visando a retomada presencial das aulas.

Articulada pela secretária municipal de Saúde de Tibau, Márcia Cristina Alves, a capacitação foi ministrada por Leonardo Araújo Pansard, que é Engenheiro de Materiais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana pela Fiocruz e coordenador do Nursat.

Segundo o engenheiro Leonardo Pansard, é imprescindível investir na adaptação e na melhoria das escolas, para que elas possam ser reabertas de forma segura.

“É preciso haver espaços bem ventilados, com janelas abertas; disponibilizar instalações de higiene respiratória e das mãos; garantir o distanciamento físico de pelo menos um metro uns dos outros; e assegurar o acesso fácil a informações atualizadas sobre a Covid-19”, alertou o engenheiro.

Leonardo Pansard também ressaltou diversas orientações que devem ser seguidas para a retomada das aulas presenciais, as quais seguem abaixo.

– Manter uma quantidade suficiente de máscaras para que ocorra a troca durante o período de permanência na escola, levando-se em conta o período máximo de uso de 3 horas para máscara de tecido e 4 horas para máscara cirúrgica, ou trocas sempre que estiverem úmidas ou sujas.

– Evitar o uso de áreas comuns, como bibliotecas, parquinhos, pátios e quadras. Sendo que para a prática de atividade física, optar sempre que possível por atividades individuais e ao ar livre.- Evitar ao máximo uso de materiais coletivos e o compartilhamento de materiais;

– Fazer uso de máscaras, inclusive durante a atividade física;

– Evitar atividades em grupo, programas após a escola e grandes eventos;

. Realizar as refeições nas salas de aula em vez de utilizar o refeitório;

– Suspender o uso de armários compartilhados;

– Evitar a entrada de voluntários, convidados externos e pais/responsáveis na escola;

– Orientar que os estudantes levem suas garrafas de água, evitando a utilização de bebedouros coletivos e o compartilhamento de garrafas;

– Intensificar a frequência de limpeza e desinfecção para minimizar o potencial de exposição a gotículas respiratórias.

Presentes ao evento a secretária de Educação, Socorro Nascimento, a coordenadora da Atenção Básica, enfermeira Cleana Marques, a psicóloga Grasiele Freitas, os enfermeiros Lucas Freire, Danielle Granjeiro, Perla Lyra; o médico Lucas Pontes, as nutricionistas Andréia e Jaqueline, o fisioterapeuta Richard Medeiros e a diretora da Escola Rui Barbosa, Patrícia Holanda.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *