Professores da Uern decidem iniciar greve dia 31 se governo não apresentar proposta

aduern_sedeProfessores se reuniram na sede da Associação dos Docentes da UERN

Em assembleia realizada nesta sexta-feira, 20, os professores reunidos na Associação dos Docentes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (ADUERN) deliberaram iniciar greve a partir do dia 31 de maio caso o Governo do Estado não apresente proposta às reivindicações da categoria até esta data.

O professor Flaubert Torquato, presidente da ADUERN, informou aos professores sobre a audiência realizada entre os segmentos da universidade e a Secretaria de Planejamento do Estado. O secretário Obery Rodrigues não sinalizou um acordo imediato e disse que não haveria condições de atender à reivindicação salarial ainda este ano. No que diz respeito à autonomia financeira e o descontigenciamento dos recursos destinados à UERN, o secretário disse que o Governo está aberto às discussões.

Entretanto, após a audiência, o reitor Milton Marques se reuniu com a governadora Rosalba Ciarlini, que pediu até o dia 30 de maio para apresentar proposta à categoria. Na assembleia, os professores deliberaram que caso essa proposta não seja apresentada, a greve será iniciada a partir do dia 31.

Na reunião da categoria, ainda foi deliberado que os professores farão manifestação hoje, às 17h, em frente ao Hospital Tarcísio Maia, aproveitando a presença da governadora. A comissão de mobilização se reunirá na segunda-feira, 23, às 10h, na sede da ADUERN em Mossoró, para encaminhar as proposições de ações definidas na assembléia. (Com informações da Aduern).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *