Prefeituras do Rio Grande do Norte fecham as portas hoje e amanhã em protesto coletivo contra a atual crise financeira

0Decisão de fechar as prefeituras foi tomada durante o Movimento SOS Municípios no final do mês passado

As prefeituras do Rio Grande do Norte promovem nesta terça-feira e amanhã, protesto coletivo contra a crise financeira. As sedes das prefeituras serão fechadas e sinalizadas. Por decisão dos prefeitos e orientação da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) os serviços essenciais não serão paralisados, dentre os quais Saúde e Educação.

A Femurn distribuiu aos prefeitos filiados uma série de informações para  que pudessem fazer uma campanha de esclarecimento da população a respeito do protesto e do Movimento SOS Municípios. 

Também nesta terça-feira, 5, uma comitiva de prefeitos, liderada pelo presidente da Femurn, prefeito de Lajes, Benes Leocádio, viaja a Brasília para manter contato com os senadores e deputados federais do Rio Grande do Norte.

A intenção é acompanhar a tramitação de matérias de interesses dos municípios e também atualizar o posicionamento dos parlamentares federais acerca das reivindicações apresentadas pelo movimento SOS Municípios.

Os prefeitos reivindicam a aprovação de Proposta de Emenda Constitucional número 39 que aumenta de 23,5% para 25,5% o percentual da arrecadação federal com o Imposto de Renda e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) destinado ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *