Prefeitura de Areia Branca trata com responsabilidade e transparência temática sobre o Carnaval 2022

Secretário de Saúde, Thiago Tavernard, durante entrevista na FM 104,3 (Foto: Luciano Oliveira)

Apesar do avanço da vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura de Areia Branca ainda não se pronunciou sobre a realização ou não do Carnaval 2022, que no município tem como ponto alto os eventos de rua, com destaque para os arrastões da praia de Upanema para a cidade.

Durante entrevista na Rádio Costa Branca – FM 104,3 de Areia Branca, nesta quarta-feira, 5, o secretário municipal de Saúde, Thiago Tavernard, disse que o assunto está sendo tratado pela prefeita Iraneide Rebouças (PSDB) com muita responsabilidade e qualquer que seja a decisão, será tomada de forma transparente.

Conforme Thiago Tavernard, a Prefeitura de Areia Branca vai avaliar o quadro com suporte de secretarias municipal e estadual de Saúde, bem como autoridades das vigilâncias sanitária e epidemiológica, de forma que o assunto carnaval vem recebendo atenção especial justamente pela pandemia da Covid-19 que ainda não acabou, a preocupação com o aumento de casos de síndromes gripais no Estado e o risco de que com aglomeração um maior contágio pode ocorrer e agravar o cenário da saúde pública no município.

“Pelo cuidado com a saúde da população e pelo que representa para o município um evento grandioso como é o Carnaval de Areia Branca, não tenho dúvidas que a prefeita Iraneide Rebouças só anunciará uma definição sobre as festas carnavalescas na cidade, depois de avaliação criteriosa e uma análise do cenário da saúde, em nível local”, pontuou Thiago.

Festa cancelada

Além das capitais que já cancelaram o Carnaval 2022, na terça-feira, 4, foi a vez da Prefeitura do Rio de Janeiro divulgar a suspensão da festa de Momo.

Outras capitais já cancelaram os eventos de Carnaval, sendo a principal delas Salvador. A lista de municípios que não terão a festa chega a 58 no interior paulista, litoral e Grande São Paulo.

Em Recife, maior polo carnavalesco do estado de Pernambuco, ainda há uma indefinição. A prefeitura disse que a decisão ficará a cargo das autoridades sanitárias. A tendência é que a gestão municipal da cidade siga a recomendação do governo estadual, mas a administração sinaliza que os grandes eventos de Carnaval somente poderão voltar ao patamar pré-pandemia com a superação da crise sanitária.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *