Prefeitura de Areia Branca realizará o pagamento do mês de julho para todos os servidores do município na quarta-feira

45Nesta quarta-feira, 31, será efetuado o pagamento dos servidores da Prefeitura de Areia Branca, referente ao mês de julho. De acordo com os secretários municipais de Finanças, Girlande Oliveira, e de Administração e Recursos Humanos, Casimiro Neto, o desembolso será feito num único dia para todas as categorias funcionais lotadas no município.

Apesar das dificuldades que o município enfrenta no tocante às finanças, inclusive com cotas zeradas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a prefeita Luana Bruno (PMDB) tem mantido o equilíbrio financeiro da sua gestão e, com isso, assegurado o pagamento dos servidores em dia.  

De acordo com Luana Bruno, os salários serão pagos nesta quarta-feira, mantendo o pagamento dos servidores dentro do mês trabalhado. “É fato que a situação financeira do município não é boa, mas o compromisso continua sendo honrado, o pagamento está garantido”, afirmou.

Prefeita Luana Bruno anuncia pagamento dos servidores dentro do mês trabalhado (Foto: Ribamar Dantas)

A preocupação externada pela prefeita de Areia Branca reflete a realidade em outros municípios que além de não estarem conseguindo pagar os servidores em dia, já começaram a demitir, como forma de reduzir gastos com a folha de pagamento.

Um exemplo desse quadro preocupante em relação às finanças municipais, é Macau, um município que sempre foi visto como detentor de uma economia sólida. No entanto, na semana passada o prefeito daquela cidade salineira exonerou 250 ocupantes de cargos comissionados, além de ter cancelado a tradicional Festa do Sal e ainda promoveu mudanças no seu secretariado;

Com a redução das transferências oriundas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e quedas bruscas nos repasses dos royalties em municípios produtores de petróleo e gás os gestores municipais encontram-se com dificuldades para administrar e gerenciar as suas cidades. Os municípios estão em alerta, pois o repasse da União às prefeituras pode diminuir ainda mais no decorrer do ano em relação aos mesmos períodos dos anos anteriores.

A arrecadação da União teve uma queda devido à retração da economia e da desoneração de imposto, principalmente do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI), que integra a cesta de recurso que compõe a FPM. Os recursos que restam estão na maioria contingenciados com programas e com o custeio do Governo Federal.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *