Prefeitura de Areia Branca e Associação dos Taxistas buscam a legalização da atividade

0 taxi 4Macedo, Naelson, Luiz Silva (presidente da ATAB), Wagner, Carlos Antônio e Victor Porfírio participaram da reunião 

A regulamentação do serviço de transportes alternativos no município, principalmente o que diz respeito aos taxistas que operam diariamente na linha Areia Branca-Mossoró, voltou à pauta de discussão em recente reunião entre representantes da categoria e do Executivo municipal.

Na sexta-feira, 11, na prefeitura, o presidente da Associação dos Taxistas de Areia Branca (ATAB), Luiz da Silva, se reuniu com Victor Porfírio, assessor especial da prefeita Luana Bruno (PMDB); com o gerente de Transportes, Wagner Fernandes; secretário de Administração, Naelson Oliveira; Procurador do Município, advogado Thiago Rebouças; Controlador do Município, Francisco Antônio de Macedo; e Carlos Antônio, do setor de Tributação.

Na oportunidade, o representante dos profissionais do volante relatou os impasses que a categoria está enfrentando para exercer a atividade, razão pela qual a associação está buscando a legalização dos taxistas, já que muitos ainda trafegam com placas amarelas, quando o correto é utilizar a placa vermelha autorizada pela prefeitura.

O presidente Luiz Silva, citou ainda, a necessidade de atualizar o cadastro dos taxistas junto à associação, já que existem mais de 100 inscritos como sócios, mas nenhum contribui financeiramente com a entidade.

0 taxi 1No encontro ficou acertada uma nova reunião para fechar os pontos que ficaram em aberto

Outro item da pauta da reunião, foi com relação a um problema antigo que ainda não foi solucionado. Trata-se da destinação de um local adequado na zona urbana, para funcionar como ponto de embarque de passageiros. Desde que foi implantado o serviço de transportes alternativos na cidade, os veículos ficam aglomerados nas proximidades do Mercado Público, local de grande movimentação de carros, motos e pedestres.

O governo municipal sempre viu com preocupação a utilização daquele local pelos proprietários de transportes alternativos como ponto de partida e destino final de quem chega de Mossoró ou outras localidades, por meio dos táxis-lotações.

No intuito de transferir os taxistas para um local mais apropriado, a prefeitura chegou a ceder uma sala nas dependências do antigo Santuário de Jesus Misericordioso, no bairro Nordeste, para instalação da ATAB, mas o espaço nunca funcionou para essa finalidade.

Em 2011, época em que foi criada a Associação dos Taxistas, na tentativa de regularizar o sistema de transportes alternativos de Areia Branca, houve um entendimento entre a prefeitura e a categoria para que os taxistas utilizassem como pontos de embarque e desembarque de passageiros, os seguintes locais: Ponto 1 – Praça da Conceição, Ponto 2 – Praça Luiz Batista da Costa, Ponto 3 – Mercado público e Ponto 4 – Praça do Santuário. Sendo este último, o local de concentração dos taxistas.

TRÂNSITO 0kAtualmente os veículos que fazem a linha para Mossoró se aglomeram próximo ao Mercado Público (Foto: Do Blog) 

É fato que as proximidades do Mercado Público não suporta mais a grande quantidade de veículos concentrados naquela área. Cedo ou tarde os taxistas terão que sair dali e o local mais propício, de acordo com a maioria, seria o largo da Praça Luiz Batista da Costa, que é próximo ao mercado, agência bancária e às principais unidades de saúde da cidade, incluindo o hospital.

Ao final do encontro de sexta-feira, os representantes do município e dos taxistas acordaram na realização de outra reunião para tratar desses pontos que ficaram em aberto.

Fotos: Erivan Silva

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *