Prefeitos do RN fazem mobilização em busca de alternativas para situação insustentável

Encontro será realizado na sede da Femurn, em Natal (Foto: Reprodução) 
A crise econômica está atingindo em cheio as prefeituras do Rio
Grande do Norte e prejudicando o funcionamento administrativo municipal. A
realidade de quase 100% dos municípios do estado é agravada pelas receitas
insuficientes repassadas pelo Governo Federal. A primeira cota do FPM de janeiro
registrou uma redução de 13%, além disso, 47 prefeituras ficaram com o recurso
zerado neste último repasse.
Diante desse quadro, a Federação dos Municípios do Rio Grande
do Norte (Femurn), vai intensificar as ações municipalistas, e a primeira delas
será realizada nesta quarta-feira, 13, às 10h, no Auditório Agnelo Alves, na
sede da Femurn, em Natal.
“Queremos discutir e definir alternativas para melhorar o
quadro de nossas cidades, e também apresentar a população à situação real dos
municípios. Atingimos uma situação insustentável, vivemos na incerteza com a
queda recorrente das receitas e o aumento das despesas. Precisamos unir forças e
pressionar o Governo Federal para melhorar a situação. Contamos com o
entendimento e o apoio da população nessa luta”, destacou Francisco José Júnior,
presidente da Femurn e prefeito de Mossoró. 
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *