Prefeita de Areia Branca diz que situação é crítica e a população precisa se conscientizar dessa realidade

LUANA BRUNO LAMENTE MORTELuana Bruno afirma que situação financeira do município é pior do que muitos imaginam (Foto: Jailton Rodrigues)

Nesta terça-feira, 14, a prefeita Luana Bruno (PMDB) deverá apresentar uma proposta para os servidores públicos municipais, em resposta à pauta de reivindicações apresentada ao Executivo pelo sindicato representativo da categoria funcional.

A prefeita Luana Bruno diz que o município de Areia Branca enfrenta dificuldades financeiras que remontam desde o início da sua gestão, causada principalmente pelas constantes quedas na arrecadação de recursos.

De acordo com a governante, o que mais ela tem feito no decorrer deste período, é tentado encontrar uma fórmula para driblar a crise e traçar uma estratégia que permita atender aos anseios da população.

Luana Bruno lembra aos críticos do seu governo, que a situação de crise não é privilégio apenas de Areia Branca, mas que está afetando diretamente todos os municípios do Estado.

Ela entende que os prefeitos não podem ser vistos como culpados pela situação pela qual passam as prefeituras no momento, por falta de dinheiro, sobretudo, devido à queda da receita que tem dificultado os investimentos prioritários.

Luana Bruno tem consciência que a situação está difícil para todos, mas acha importante divulgar à população quais as obrigações constitucionais de cada um (governo estadual, governo federal e municípios) para que a culpa não recaia apenas nos prefeitos.

Além dos problemas nas áreas de educação e saúde, que são considerados o grande gargalo da administração pública, os gestores enfrentam hoje outro grande problema que é a falta de dinheiro para contrapartidas dos programas federais.

Diante disso, a gestora reafirma a necessidade de esclarecer à população que está lutando contra uma crise muito forte em todo Brasil, e fazendo o possível dentro do município e com os recursos que têm disponíveis.

Ela espera que a população entenda realmente de quem são as responsabilidades em termos de investimentos nos municípios e do esforço que está fazendo.

A prefeita engrossa a queixa dos municipalistas, que consideram que o Congresso Nacional é o responsável por aprovar sucessivos aumentos de pisos salariais sem indicar a fonte de receita e outras matérias que acabam implicando em despesas para as prefeituras.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *