Ponte prometida por todos ainda não saiu do papel. É hora de retomar a cobrança

ROSA E CLEODON B Rosalba prometeu construir a ponte sugerida por Cleodon Bezerra

Nos últimos anos a luta pela construção da ponte ligando Areia Branca a Grossos tem conquistado novos aliados. As deputadas federal Sandra Rosado e estadual Larissa Rosado, ambas do PSB, deram impulso ao projeto e conseguiram a adesão da então governadora Wilma de Faria (PSB), que chegou a custear a realização de um estudo de viabilidade técnica e ambiental.

Com a desincompatibilização de Wilma de Faria do cargo para concorrer ao Senado Federal, o vice-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) assumiu o governo e “herdou” o compromisso de continuar apoiando a iniciativa, mas pouco avançou.

Foi então que o empresário Cleodon Bezerra, com o apoio do prefeito Manoel Cunha Neto, “Souza” (PP), e dos vereadores locais, buscou nos meios políticos outros apoiadores para o projeto, tendo encontrado no deputado estadual Ricardo Motta (PMN) um aliado com disposição de “vestir a camisa” em defesa do pleito.

Entusiasmado com o projeto, o deputado Ricardo Motta chegou a declarar, ao se reportar à sua atuação parlamentar na região, que “terei muito mais a me orgulhar quando as gestões que tenho feito junto ao Governo do Estado para viabilizar a construção da Ponte Areia Branca-Grossos, indispensável para o desenvolvimento econômico daquela região, se concretizarem”.

Motta foi reeleito, inclusive com boa a votação obtida em Areia Branca com o apoio do empresário Cleodon Bezerra, e agora é presidente da Assembleia Legislativa do Estado. É a hora para voltar a cobrar dele, empenho para que a construção da ponte saia do papel.

Quem também deve ser cobrada quanto a sua participação nessa empreitada, é a governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Quando em campanha para o Governo do Estado nas eleições passadas, ela esteve em Grossos e durante uma carreata e passeata a então candidata anunciou que uma das metas de seu governo é construir a ponte Areia Branca/Grossos. “Além de alavancar o turismo, essa obra promoverá o desenvolvimento econômico e social dos dois municípios, gerando renda em outras áreas”, afirmou Rosalba, em Grossos.

Naquela mesma noite Rosalba esteve em Areia Branca, onde perante a multidão voltou a prometer, em praça pública, que priorizaria o projeto de construção da ponte, destacando sua importância. Como a ponte, quando construída, não terá cores partidárias, é fundamental que as lideranças políticas que ajudaram a governadora a se eleger com os votos dos areia-branquenses, também de engajem na luta. Afinal de contas, a ponte será de todos.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *