Policiais designados para substituir colegas recolhidos não querem trabalhar no interior

POLÍCIADelegacia de Polícia de Areia Branca teve contingente reduzido  

A maior parte dos 20 policiais civis que foram designados para substituir os 27 policiais militares que trabalhavam em Mossoró e cidades vizinhas vai recorrer da medida. Eles vão tentar primeiro administrativamente, provando que não podem ser transferidos e, caso não sejam atendidos, vão acionar o Governo do Rio Grande do Norte judicialmente.

O Sindicato dos Policiais Civis e Servidores do Itep (SINPOL) é contra a remoção e cobra a nomeação imediata dos 509 policias aprovados em 2009.

Foram publicadas duas determinações, assinadas pelo delegado-geral de Polícia Civil do RN, Fábio Rogério da Silva, direcionando policiais que trabalham em Natal e região metropolitana de Natal para atuar nas delegacias policiais de Mossoró.

Na nomeação, delegacias como Areia Branca, Apodi e Assú, que também tiveram os militares removidos, não são beneficiadas pela Delegacia Geral de Polícia Civil do RN. Da primeira portaria para a segunda, 18 nomes mudaram. Desse novo grupo, pelo menos 50% manifestaram-se contra a mudança de DP, alegando que não poderiam ser transferidos.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *