Poço desobstruído pela Caern na Vila RJ, em Serra do Mel, entra em fase de testes; vazão pode chegar a 30 mil litros por hora

SERRA DO MEL, CHUVASerra do Mel aos poucos vai superando a dificuldade no abastecimento de água 

A sonda para desobstrução e estimulação do poço da Vila Rio de Janeiro, em Serra do Mel, concluiu os serviços. O objetivo do trabalho foi retirar material do poço tubular e promover a recuperação hídrica do mesmo. Agora o poço está em fase de testes, pela Companhia de Água e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), depois desta etapa será possível estimar a vazão que será ofertada à população. A perspectiva para vazão do poço é de 30 mil litros por hora, o que poderá incrementar a abastecimento da Serra do Mel em 25%.

A Caern está investindo R$ 665 mil para a desobstrução, construção da casa de comando, muro para proteção do poço e equipamentos. De acordo com o gerente da Regional Mossoró, Nehilton Barreto, “a etapa atual é importante para fazer análises e averiguar a potabilidade da água e sua vazão”, acrescentou.

O poço da Vila Rio de Janeiro estava desativado pela prefeitura de Serra do Mel em razão de material que obstruiu o poço. No passado, o município foi o responsável pela operação do equipamento. Entretanto, esta gestão municipal repassou a operação do mesmo à Caern.

O poço tubular está localizado acerca de um quilômetro e meio da Vila Rio de Janeiro. O sistema de abastecimento atual de Serra do Mel é feito por dois poços localizados na Vila Alagoas com produção de 30 mil litros por hora e outro na Vila Mato Grosso com vazão de 40 mil litros. A adutora Jerônimo Rosado é responsável pela produção de 60 mil litros por hora para abastecimento dos moradores da Serra do Mel. (Com informações da Assecom/Caern).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *