Oratório de Santa Luzia é reconhecido como patrimônio imaterial pelo Estado

O espetáculo relembra a vida e os martírios vividos pela santa padroeira de Mossoró (Foto: Vinícius Fernandes)

No ano em que completa 21 anos de existência, o espetáculo Oratório de Santa Luzia, encenado em Mossoró durante os festejos da festa da padroeira, é reconhecido pelo Governo do Estado como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Lei Estadual Nº 11.027. Sancionada pela governadora Fátima Bezerra (PT), na segunda-feira, 29, a lei foi proposta pela deputada estadual Isolda Dantas (PT) e será publicada na edição desta terça-feira, 30,, do Diário Oficial do RN (DOE).

O espetáculo, que relata a história do martírio da virgem de Siracusa, cauteriza-se por reunir pessoas da comunidade e artistas locais na encenação. A produção é assinada pela Paróquia de Santa Luzia e conta com patrocínio do Governo do Estado através do Programa de Incentivo à Cultura, por meio da Lei Câmara Cascudo.

Além de ser um dos pontos altos da tradicional Festa de Santa Luzia, que ocorre há mais de 250 anos, o Oratório confirma a vocação teatral da cidade de Mossoró.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *