Opinião: Família ainda abalada pela tragédia lembra os 6 anos da morte de Dehon Caenga

DEHON CAENGA EXDehon Caenga, vitimado numa operação desastrosa da polícia  potiguar

Hoje 23 de junho, completam seis anos do fatídico dia da tragédia que vitimou o ex-prefeito Dehon Caenga. Fato que até hoje repercute em nosso município e estado, devido a maneira como aconteceu, inexplicável, sem sentido.

A cada ano que se passa o mistério continua em torno dos fatos que aconteceram, fatos que não foram investigados e deixados de lado pela Secretaria de Segurança do Governo do Estado da época que abafou-se o caso, para não macular o secretario de segurança e a governadora da época.

Infelizmente nesse mundo em que vivemos o importante é ter poder e dinheiro, quem não tem um poder aquisitivo alto é vítima de injustiças, como acontecem todos os dias nesse país, onde imperam injustiças a aquelas pessoas que não tem como pagar advogados famosos para os livrar da cadeia, como fizeram esses policiais assassinos. Até hoje eles estão soltos, pois entraram com recursos diversos e estão soltos, sem sequer irem a júri popular. O processo encontra-se parado no Supremo Tribunal de Justiça. Já falamos (a família) até com um dos ministros do Supremo, mas o que foi alegado é que existem muitos processos parados por falta de estrutura da Justiça. E assim, esses processos se arrastam anos e anos, quem tem recursos  financeiros, como os policiais assassinos, ficam se valendo de brechas da Justiça, como aconteceu agora pouco com o caso do ex- jornalista Pimenta da Veiga, que assassinou sua esposa e que agora depois de muitos anos foi preso, mas com certeza voltará muito cedo ao convívio dos cidadãos de bem. É assim que funciona nesse país onde só prevalecem aqueles que têm posses e poder.

Esse fato triste ainda traz muitas lembranças à família e ao povo de Grossos, que perdeu um filho amado e querido e um prefeito que tinha sido eleito legitimado pelo voto livre e espontâneo e que era a esperança de um povo que procurava nele a sua esperança de mudança.

Nós, a família, ainda temos o coração dilacerado e sofrido pela morte do  irmão, filho e um pai amoroso a que tanta falta faz aos seus filhos. Dehon era muito amado pelo povo de sua terra e a Associação Dehon Caenga e a Rádio FM Salinas, pela qual estamos lutando, é uma maneira de externar o nosso amor pela nossa terra e por aquele que tinha sonhado alto e com certeza iria realizar um grande governo, pois esse era o seu sonho!

Mas fica para a família a fé num Deus maior que tudo pode e que é justo e misericordioso, é nele que temos nos sustentado, sabendo que um dia por mais longínquo que seja a Justiça será feita e esse enigma será desfeito!

Por Melânia Caenga, vice-prefeita de Grossos, irmã do ex-prefeito Dehon Caenga

Extraído do blog www.matematicadeaula.blogspot.com do professor Ronaldo Josino, da cidade de Grossos

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *