“Operação Maresia” derruba o prefeito de Macau e investiga crimes contra patrimônio público no município

Kerginaldo Pinto foi afastado do cargo  por decisão da desembargadora Judite Nunes (Foto: Reprodução)

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), junto à Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) e ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), desencadeou, nesta sexta-feira, 13, a “Operação Maresia”, que investiga crimes contra patrimônio público em Macau. O prefeito da cidade, Kerginaldo Pinto do Nascimento (PMDB), foi afastado do cargo por decisão da desembargadora Relatora, Judite Nunes.

A “Operação Maresia” investiga contratos referentes à prestação do serviço de limpeza urbana e às obras públicas de construção civil. Além do prefeito, quatro empresas são alvo das investigações.

Foram expedidos, pelo Tribunal de Justiça,11 mandados de busca e apreensão contra pessoas físicas e jurídicas, cumpridos em Macau, Parnamirim, Parelhas e Natal.

A operação teve o apoio da Polícia Militar e do Grupo de Atuação Regional de Defesa do Patrimônio Público (Garpp), do MPRN. O procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, está em Macau, coordenando as equipes que participam da operação.

Procurado pela imprensa, o prefeito Kerginaldo Pinto disse que só falaria sobre o assunto quando fosse notificado oficialmente pela Justiça. (Com informações da Tribuna do Norte Online).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *