Olimpíada: em busca do bicampeonato, Brasil enfrenta Espanha

O Brasil está invicto na competição, com 3 vitórias e 2 empates (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Brasil e Espanha fazem neste sábado, 7, a partir das 8h30 (horário de Brasília), a final do futebol masculino da Olimpíada de Tóquio (Japão). O duelo acontecerá no Estádio de Yokohama.

A principal dúvida da equipe brasileira é a presença, ou não, do centroavante Matheus Cunha, que saiu lesionado do confronto com o Egito nas quartas de final e não participou do duelo com o México na semifinal.

Após o último trabalho antes da decisão, nesta sexta-feira, 6, o técnico André Jardine projetou o confronto durante entrevista coletiva promovida: “Tentamos otimizar nosso tempo ao máximo nesse intervalo antes da final, mas a prioridade foi recuperar os atletas. Neste último treino, buscamos ajustar alguns detalhes e pensar nas soluções para a equipe no caso da ausência do Cunha. Será um grande jogo. A Espanha tem ótimos jogadores”. O Brasil deve entrar em campo com a seguinte formação: Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Claudinho; Antony, Richarlison e Matheus Cunha.

Jardine falou também do artilheiro da Olimpíada, Richarlison. Vindo direto da disputa da última edição da Copa América, o atacante tem idade olímpica e já marcou cinco gols até aqui. “Ele deu um peso ao ataque. É um jogador de seleção principal. Mesmo sendo jovem, ele dá um nível de confiança, de experiência, muito grande”, declarou. (Com informações Agência Brasil).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *