Musa proibida de desfilar usando tapa-sexo anti-Dilma protesta ficando nua na avenida e é expulsa

Ju Isen depois que tirou o tapa-sexo, com a fantasia indicada pela escola 
O clima ficou tenso no desfile da Unidos do Peruche na noite de
ontem, 6, no sambódromo do Anhembi, em São Paulo. Revoltada com o veto ao seu
tapa-sexo em protesto à presidente Dilma Rousseff, Ju Isen tirou a comportada
fantasia indicada pela agremiação em pleno desfile, surpreendendo muita gente.
Instantes depois, rapidamente a tiraram da Avenida.
O tapa-sexo havia sido uma sugestão da loira, que ficou
conhecida em todo o país ao ficar seminua nas manifestações políticas que
aconteceram em São Paulo em 2015. “Não sei porque proibiram, mas estou muito
chateada”, lamentou ela na concentração do desfile da Unidos do Peruche. “Estou
me sentindo injustiçada. Quero o impeachment e o povo quer o impeachment”,
clamou.
Musa foi expulsa do desfile quando começou a se despir na avenida, em protesto 
“Fui agredida e estou cheia de sangue na perna! Vou processar!
Fui agredida pelo pessoal da escola! Me jogaram no chão e estou toda machucada!
Como jogam uma pessoa assim no chão? Tem que ter respeito ao próximo! Bateram em
mim! Me jogaram no asfalto”, gritou Ju Isen, totalmente transtornada, ao ser
abordada pela imprensa.
O presidente da Unidos do Peruche, Nei de Moraes, se posicionou
sobre a agressão. “Pra mim é novidade saber que ela foi agredida. Vou analisar
primeiro o que aconteceu, foi algo isolado de alguém que foi convidado por nós.
Escola tem respeito com componente e componente tem que respeitar. Tomara que
não tenha prejudicado a escola”, disse o dirigente.
Confira na sequência de fotos o momento que Ju Isen começa a se despir e é expulsa do sambódromo.
Com informações do EGO, em São Paulo

Fotos: Amauri Nehn/ Brazil News / Iwi Onodera /
EGO
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *