Morre a 237ª vítima do incêndio da boate Kiss que estava internada com graves queimaduras no Hospital das Clínicas, em Porto Alegre

7dBruno Portella Fricks, a 237ª vítima do incêndio da boate Kiss

O corpo do administrador Bruno Portella Fricks, a 237ª vítima do incêndio da boate Kiss, está sendo velado neste domingo, 3, no Cemitério Santa Rita, em Santa Maria (RS). O jovem teve a morte confirmada às 22h de ontem, 2, em Porto Alegre, onde estava internado no Hospital das Clínicas com graves queimaduras. O enterro será nesta segunda-feira, 4, às 10h.

Além dos familiares, amigos da faculdade, do trabalho e vizinhos se despedem de Bruno. Natural de Júlio de Castilhos, morava em Santa Maria desde os dois anos de idade. “Fiquei no hospital e na quinta-feira, quando contamos que o Grêmio tinha ganhado o jogo no dia anterior, ele sorriu”, lembrou emocionada a tia Tânia Pires Fricks. Bruno está sendo velado com o caixão aberto, coberto por uma bandeira do Grêmio.

Elogios não faltam para descrever o jovem. O pai de Jéssica Duarte, namorada do administrador, está bastante abalado. A filha, que estava com Bruno na festa, continua internada na UTI no Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre, em estado grave. O casal comemorava cinco anos de namoro na festa universitária que ocorria na boate, além do aniversário de Bruno. Ele havia completado 22 anos no dia 21 de janeiro. (Com informações do G1 RS, em Santa Maria).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *