Ministério Público vai analisar antecipação de royalties solicitada pela Prefeitura de Mossoró

Vereadores em audiência com a promotora Tatianne Brito - foto - Regy CartejpgPromotora Tatianne Brito recebeu vereadores em audiência (Foto: Regy Carte)

Em audiência no Ministério Público Estadual (MPE), no final da tarde desta segunda-feira, 9, o vereador Professor Francisco Carlos (PV) pediu apoio da instituição no acompanhamento da antecipação dos royalties de petróleo, solicitada pela Prefeitura de Mossoró.

“Não somos contra o empréstimo, que é um procedimento legal. O que reivindicamos é que a Prefeitura informe quanto pretende antecipar e como e onde aplicará esses recursos, já que isso não existe no projeto original”, explicou Francisco Carlos.

O vereador participou da audiência no MP com a promotora Tatianne Brito, da 11ª Promotoria do Patrimônio Público, ao lado dos demais vereadores Genivan Vale (Pros), Tomaz Neto (PDT) e Vingt-un Rosado Neto (PSB), da bancada de oposição.

A promotora revelou que o Ministério Público já analisa o caso. “Essa demanda começou a ser tratada internamente. Está em fase de distribuição, por sorteio, para o promotor que fará a análise. Mas, ainda não existe entendimento formado”, adiantou.

Francisco Carlos avaliou que o apoio do MP é fundamental para fortalecer controle de legalidade e preventivo na antecipação dos royalties. “Agradecemos ao Ministério Público pela seriedade e disposição de colaborar com Mossoró”, comentou.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *