Ministério do Meio Ambiente propõe legalizar e apoiar a pesca de atum na região

Pedro Gilson (centro) ladeado pelo secretário nacional da Aquicultura e Pesca, Dayvson Franklin de Souza,  e pelo ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte

Iniciativa do presidente da Associação dos Armadores de Pesca de Atum da Costa Branca, Pedro Gilson, estabelecido em Areia Branca, a luta pela regulamentação da pesca de atuns e afins em cardumes associados, teve um avanço significativo. Nos dias 8 e 9 de agosto, em Brasília, foi realizada uma importante reunião no Ministério do Meio Ambiente, em torno da temática.

“Iniciamos a luta pela liberação da licença de pesca de atum, mostrando ao Ministério o trabalho socioeconômico e as vantagens que a pescaria vem trazendo para o Nordeste”, destacou Pedro Gilson, depois de participar do encontro.

Abraão Júnior, ex-superintendente da Pesca do RN, Brigadeiro Átila Maia e Dr. Marcos, procurador

Segundo o armador, esse encontro foi um passo muito importante, “sensibilizamos o Ministério do Meio Ambiente, que propôs legalizar e apoiar nossa atividade para que enfim possamos iniciar o trabalho que economicamente vem alavancando o Nordeste”, reforçou Pedro Gilson.

Além do empresário/armador, Pedro Gilson, o encontro contou com a participação do secretário nacional da Aquicultura e Pesca, Dayvson Franklin de Souza; o ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte; ex-superintendente federal da Pesca e Aquicultura do RN, Abraão Júnior; Brigadeiro Átila Maia; procurador, Dr. Marcos; presidente da Frente Parlamentar da Pesca e Aquicultura do Maranhão, deputado federal Cléber Verde, entre outros.

Deputado Federal Cléber Verde, presidente da Frente Parlamentar da Pesca e Aquicultura do MA e Pedro Gilson

Fotos: Cedidas/Arquivo pessoal 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *