Michel Temer já tem nomes para ministério num possível governo; três são cotados para a pasta da Fazenda

Michel Temer já teria a base do seu ministério, segundo o jornal carioca (Foto: Reprodução)
Michel Temer já teria a base do seu ministério, segundo o jornal carioca (Foto: Reprodução)

De acordo com o Jornal do Brasil, os nomes mais cotados para assumir o Ministério da Fazenda num possível governo Michel Temer (PMDB) são os de Henrique Meirelles, Murilo Portugal ou Paulo Rabello de Castro.

Murilo Portugal pelas ligações internacionais. Foi do Fundo Monetário Internacional (FMI), secretário de política econômica de Delfim Netto, secretário de Tesouro do governo Fernando Henrique Cardoso, presidente da Febraban e secretário-executivo da Fazenda quando a pasta era comandada por Antonio Palocci.

Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central, também é cotado pelas suas ligações com o ex-presidente Lula e suas relações na área financeira internacional. Foi também presidente do BankBoston.

O economista Paulo Rabello de Castro é presidente do Instituto Atlântico, diretor-presidente da SR Rating, empresa de classificação de riscos de crédito. Fundador da RC Consultores empresa de previsão econômica e analises de mercado, presidente do Lide Economia. É um dos coordenadores do Movimento Brasil Eficiente.

Michel Temer já tem esses nomes na mão, mas depende principalmente de uma resposta do meio político para saber qual deles teria apoio parlamentar para implantar as medidas necessárias.

O vice-presidente também já está com nomes para outras pastas na ponta do lápis. O tucano José Serra é quase certo para a pasta da Educação. O objetivo seria fazer uma transformação geral no ensino do país, que ainda tem índices altos de analfabetismo, considerando a grande população brasileira.

Roberto Rodrigues, que foi ministro da Agricultura de Lula, pode voltar para a pasta. Eliseu Padilha está cotado para o Transporte. O deputado Paulinho da Força poderia ir para o Trabalho, ou indicar algum nome para assumir a pasta. Moreira Franco poderá assumir a Secretaria-Geral da Presidência da República, e o médico David Uip, secretário de Saúde de São Paulo, para o Ministério da Saúde. Cogita-se também que o ex-deputado Roberto Jefferson assuma alguma pasta.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *