Matéria especial no jornal O Mossoroense de hoje mostra o que melhorou no Porto-Ilha com a ampliação da sua estrutura

TERMINAL SALINEIRO PRATICAMENTE TEVE SUA CAPCIDADE DOBRADAA foto mostra a dimensão da área ampliada, praticamente dobrando a capacidade do Terminal Salineiro

A ampliação do Porto-Ilha de Areia Branca, em 2012, aumentou otimismo da indústria salineira do Rio Grande do Norte. O escoamento de sal este ano está 26,5% maior do que em 2012. O total embarcado aumentou de 526 mil toneladas, nos primeiros sete meses de 2012, para 667 mil toneladas de janeiro a julho deste ano, segundo a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), que administra o terminal, denominado Luiz Fausto de Medeiros.

Com maior capacidade de estocagem e de embarque, o Porto-Ilha também comemora bons resultados em julho. O total escoado subiu 58,2% em relação ao mesmo mês do ano anterior, passando de 91 mil toneladas em julho de 2012 para 144 mil toneladas em julho de 2013, acompanhando tendência de alta registrada desde maio deste ano, e crescendo mês a mês.

Além do aumento da produção por fatores climáticos nas salinas de Mossoró, Areia Branca, Grossos, Macau e Galinhos – como poucas chuvas e ventos fortes –, o bom desempenho do Porto-Ilha é decorrente da ampliação do terminal, que facilita e barateia custos no transporte marítimo, sendo 80% do volume para o mercado interno e 20% para o exterior (EUA e África).

Quarta-feira, 21, à tarde, o Porto-Ilha recebeu missão da Codern, Sebrae, Fiern, FCDL e profissionais da mídia na primeira visita oficial desde a ampliação. Leia matéria completa sobre o Porto-Ilha, assinada por Regy Carte, na edição deste domingo, 25, do jornal O Mossoroense.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *