Marinheiro de convés que faleceu no Rio de Janeiro será sepultado em Areia Branca

0  ok

Edval Felipe faleceu no Rio, na última terça-feira  

Previsto para este sábado, 18, a chegada em Areia Branca do corpo do marinheiro de convés José Edval Felipe, que faleceu terça-feira, 14, no Rio de Janeiro (RJ), aos 50 nos de idade, de mal súbito.

Antes, houve a informação que uma tia do marinheiro residente em Areia Branca, havia autorizado que o sepultamento fosse feito no Rio de Janeiro. Mas logo que outros parentes de Edval souberam do ocorrido, se juntaram e levantaram a quantia de R$ 8 mil para mandar embalsamar o corpo e fazer o traslado de avião, até Natal. De lá, para Areia Branca, vem num transporte fornecido pela prefeitura.

As informações foram repassadas ao Blog na manhã de hoje, 17, por Gorete Silva, diretora da Escola Municipal Nossa Senhora Auxiliadora, do conjunto IPE, prima/irmã do marinheiro, já que além de primo o mesmo fora criado ela sua mãe.

Hoje, uma irmã de Edval, que é esposa de Hermes Martins, que  apresenta  o Programa “Saudade, seu nome é música” nas noites de sábado, na FM Costa Branca, se deslocou para Natal, onde juntamente com outros parentes aguardará a chegada do corpo procedente do Rio de Janeiro e trará para Areia Branca, onde será sepultado amanhã, cujo horário a família divulgará posteriormente.

Segundo informações do Sindicato Nacional dos Marinheiros e Moços de Convés, por meio da Delegacia de Areia Branca, Edval trabalhou durante anos embarcado em navios e no Porto de Macaé (RJ). A última vez que ele esteve em Areia Branca, foi em 2011.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *