Maior chuva em 22 anos no Rio causa 10 mortes, deixa bairros submersos e provoca destruição

Bombeiros trabalhando onde havia um táxi soterrado, em Botafogo (Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo)

A tempestade que caiu no Rio de Janeiro na noite de segunda-feira, 8, e que voltou em alguns momentos desta terça-feira, 9, deixou ao menos dez mortos.

Sete das vítimas estavam na Zona Sul, entre elas a avó e a neta que tentaram fugir da chuva num táxi (veja quem são) e três na Zona Oeste (dois em Santa Cruz e outro no Jardim Maravilha).

De manhã, houve chuva forte em vários pontos e o Túnel Rebouças — que liga as Zonas Sul e Norte — foi fechado. A Ciclovia Tim Maia, na Avenida Niemeyer, caiu pela 4ª vez. Dezenas de ruas foram bloqueadas e, com o risco de queda de barreiras, outras dezenas de sirenes foram acionadas.

Barco vira meio de transporte na Zona Oeste

Carros arrastados pela chuva na rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Ao longo da tarde, a chuva diminuiu. Ainda assim, bairros inteiros já estavam tomados pela água: na Zona Oeste, moradores se locomoviam em barcos e até de motos aquáticas.

O Globocop (helicóptero da Rede Globo) sobrevoou regiões como o Jardim Maravilha, na mesma região, onde os moradores pediam socorro à aeronave. As casas ficaram alagadas até a cintura.

Chuva pode voltar à noite

Bombeiro se aproxima de carro submerso no mergulhão da Barra (Foto: Lívia Torres/TV Globo)

Às 19h40, a prefeitura informou que núcleos de chuva moderada se formavam no Maciço da Tijuca ocasionando chuva na Tijuca e na Zona Oeste.

O município está em estágio de crise – o mais alto em uma escala de três – desde as 20h55 de segunda-feira. A recomendação da prefeitura é para a população evitar deslocamentos. Ao longo do dia, foram acionadas 59 sirenes em 36 comunidades. (Com informações G1 Rio, TV Globo e GloboNews).

 

Táxi em que estavam avó, neta e motorista foi retirado da lama pelos bombeiros após deslizamento (Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo)
Mais um trecho da ciclovia Tim Maia desabou ontem no Rio de Janeiro (Foto: Daniel Castelo Branco/Agência O Dia/Estadão Conteúdo)
Ruas alagadas no Jardim Maravilha, em Guaratiba (Foto: Reprodução/TV Globo)

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *