Líder comunitário defende mobilização junto às empresas eólicas para que priorizem a contratação da mão de obra local

EÓLICAApesar da presença marcante das eólicas no município, absorção da mão de obra local ainda é tímida (Foto: Reprodução)

O presidente do Conselho Comunitário de Ponta do Mel, José Aparecido Nascimento, segue incansável na busca por melhorias para a vila-praia. Uma das preocupações dele no momento, é com a geração de empregos na zona rural do município, especificamente na área onde estão sendo instalados os parques eólicos, que vão produzir a chamada energia limpa, gerada pelo vento.

2Segundo Aparecido, uma das empresas responsáveis pela execução de um desses projetos, no litoral areia-branquense, prevê a contratação de pelo menos 300 pessoas, brevemente. “Estou me mobilizando junto aos setores competentes no município para evitar que essas vagas sejam preenchidas por pessoas de outras cidades”, disse.

Aparecido defende que as empresas eólicas instaladas no litoral, contratem a mão de obra do município

De acordo com o líder comunitário, o governo municipal e os vereadores devem tomar a iniciativa de procurar as empresas que estão instaladas no município e exigir delas que priorizem a mão de obra local. “O município de Areia Branca não vai conseguir avançar, se desenvolver, se os nossos trabalhadores não forem priorizados”, reforça Aparecido.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *