Levantamento mostra que a Educação ainda está longe de ser prioridade neste Brasil

Mesmo com a medida estabelecida em lei desde 2008, alguns Estados não garantem que vão cumprir o novo piso salarial para os professores, anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) dias passados. Levantamento do jornal Folha de São Paulo mostra que ao menos 11 não têm prazo para se adaptar.size_590_sala-aulaO professor e a eterna luta por salários mais dignos

O novo piso salarial foi calculado em R$ 1.451, o que corresponde a pouco mais do que dois salários mínimos. O valor, para professores com jornada semanal de 40 horas, representa reajuste de 22,22% em relação ao ano passado.

Entre os Estados que ainda não sabem se conseguirão se adaptar, o caso mais grave é do Rio Grande do Sul, que tem o menor piso do país: R$ 791.

PISO SALARIALArte/Folhapress

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *