Justiça inocenta acusados de lincharem suspeitos de matar garota de 13 anos em Areia Branca no ano de 1993

0 Francine Alves 0KQuatro réus em ação de linchamento coletivo que resultou na morte de dois suspeitos de terem matado uma garota de 13 anos de idade em Areia Branca no ano de 1993 foram absolvidos da acusação.

Em julgamento segunda-feira, 13, nesta cidade, foram inocentados: Elione Alves Barbosa do Vale, Arlindo Maciel de Oliveira, Almir Apolínário da Silva e Marley de Paiva Vale.

Após o júri popular marcado por embates entre defesa e acusação e depoimentos de testemunhas, a juíza Uefla Fernandes anunciou a absolvição dos quatro réus com base na decisão unânime dos sete jurados.

Na época, 19 pessoas foram indiciadas no processo. Elione foi sentenciada pela participação no crime e Almir, Arlindo, e Marley como co-autores do homicídio de dois suspeitos de envolvimento na morte da filha de Elione.

O crime contra Franciny Karla Alves do Vale, que era chamada de “Francicarla”, de 13 anos, foi registrado há 21 anos. Na época, a menina foi estuprada e estrangulada. Entre os acusados da morte da garota, alguns foram inocentados meses depois, após serem agredidos e/ou mortos em linchamentos coletivas.

“Francicarla”, como era chamada, tinha 13 anos quando foi vítima do crime brutal (Foto: Reprodução / Diário de Grossos)

O júri dessa segunda em Areia Branca aconteceu dentro da série de julgamentos da Semana Nacional do Júri que segue até sexta-feira, 17, no plenário da Câmara Municipal de Areia Branca.

NOTA DO BLOG: Nos arquivos do jornal O Mossoroense, que cobriu o caso na época, estão fotos e relatos de como os linchamentos ocorreram. O crime gerou uma série de outros eventos de revolta entre os populares da cidade, que ocorreu logo após o Carnaval de 1993.

Com informações do Jornal De Fato

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *