Juíza baixará portaria disciplinando uso de som automotivo durante o Carnaval de Areia Branca

Thiago Araújo, capitão Almeida, capitão Andrelino, juíza Uefla Fernandes, deputado Souza e vereador “Netinho Cunha” formaram a mesa que conduziu o encontro 
Até a próxima terça-feira, 26, a juíza de Direito da Comarca de
Areia Branca, Uefla Fernandes, estará baixando portaria disciplinando o uso de
som automotivo (paredões e similares) durante o Carnaval. 
O documento também
estabelecerá locais e horários de movimentação desses veículos pela cidade no
período momesco, de forma que não perturbe a paz pública e o sossego das
pessoas.
O assunto foi tema de uma reunião realizada na manhã desta
sexta-feira, 22, na Câmara Municipal de Areia Branca, onde estiveram presentes
representantes dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, polícias e dos
blocos e agremiações carnavalescas da cidade. O deputado estadual Manoel Cunha
Neto, “ Souza” (PHS), também participou do encontro.
No plenário, representantes de blocos, escolas de samba e carros de som 
A mesa foi formada pelo presidente da Câmara, vereador
Francisco José de Souza Neto, “Netinho Cunha” (PSB); juíza de Direito da
Comarca, Uefla Fernandes; comandantes da Polícia Militar local e do 3º Pelotão
de Proteção Ambiental, capitães Jailson Andrelino e João José de Sousa
Almeida, respectivamente; gerente de Segurança do município, Thiago Araújo; e o
deputado Souza. No plenário, carnavalescos representando blocos e escolas de
samba, além de proprietários e 
responsáveis por carros de som na cidade.
Antecipando a publicação da portaria que estabelecerá normas
para o Carnaval deste ano, ficou definido que a agremiação carnavalesca que for
utilizar som automotivo de qualquer natureza deverá registrar o itinerário na
polícia. O horário de utilização desses veículos nas ruas será das 10h à 0h.
Juíza Uefla Fernandes anunciou que baixará portaria disciplinando o evento 
Outro assunto bastante discutido, foi sobre um local apropriado
para os paredões depois do horário da meia-noite. A exemplo do ano passado, o
capitão Andrelino disse que esses equipamentos sonoros poderão se concentrar até
às 4h ao longo da rua da frente, no Cais Tertuliano Fernandes, por se tratar
de área sem residências próximas.
Outros pontos referentes à folia de Momo em Areia Branca, serão
definidos na portaria que a juíza Uefla Fernandes baixará até o início da
próxima semana.
Fotos: Erivan Silva

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *