Jubileu de Ouro do Educandário Nossa Senhora dos Navegantes será comemorado nos dias 18 e 19

Professor Miguel Neto com a Irmã Mara Rúbia, diretora do Educandário
(Foto: Foto Center)
Durante todo este ano, o Educandário Nossa Senhora dos
Navegantes (ENSN) desenvolve uma série de atividades de cunho festivo em
comemoração aos 50 anos de existência da conceituada instituição de ensino da
rede privada. A festa do Jubileu de Ouro culminará nos dias 18 e 19 deste mês
com uma vasta programação.
De acordo com a direção do ENSN, que tem à frente a Irmã Mara
Rúbia, da Congregação das Filhas do Amor Divino, as comemorações alusivas ao
Jubileu de Ouro da instituição iniciam dia 18, às 19h, com missa em ação de
graças na Matriz Nossa Senhora da Conceição. Após a celebração haverá o
descerramento da placa alusiva aos 50 anos, no auditório do Educandário.
Dia 19, às 8h, sessão solene em homenagem à data, na Câmara
Municipal de Areia Branca. À noite, a partir das 21h, Baile do Jubileu, no
Caravelas Clube. Para esse evento, já estão à venda mesas no valor de R$ 200,00
(quatro cadeiras) e R$ 300,00 (seis cadeiras). Senhas individuais somente até o
próximo dia 16.
“ENSN 50 anos – Educando Gerações, Fazendo a Diferença” é o
tema geral escolhido para homenagear o Educandário, utilizado nos projetos e
ações de cunho socioculturais desenvolvidos ao longo do ano em alusão ao
cinquentenário da instituição.
Um dos destaques no período, foi o Projeto Cultural 50 anos do
ENSN – O Barco da Vida! realizado no mês de novembro, abrindo as comemorações do
seu Jubileu de Ouro. Um desfile dos alunos pelas ruas da nossa cidade mostrou
uma síntese da história do Educandário ao longo de meio século de atividades,
conteúdo que seria posteriormente apresentado ao público em geral, no palco
montado em frente à instituição.
O Educandário tem sua origem, na continuidade do trabalho
educacional desenvolvida por Raimunda Bezerra Costa (in memoriam), que foi
diretora e professora do então São Tarcísio. A população de Areia Branca
almejava ter uma escola dirigida por religiosas, algumas pessoas trabalharam e
investiram nessa ideia.
Dentre elas, destacam as valiosas contribuições de Raimunda
Bezerra, Adélia Fernandes e Madalena Duarte, que no dia 23 de dezembro de 1965
fez a doação do São Tarcísio para as Irmãs da Congregação das Filhas do Amor
Divino para continuar a missão educativa das crianças do jardim de infância e o
curso primário, surgindo assim, o Educandário Nossa Senhora dos Navegantes.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *