Instalação de uma Central do Cidadão volta à pauta no plenário da Câmara Municipal

EDIS“João de Beguinho” quer punir Caern; Aldo Dantas reivindica Central do Cidadão e Dijalma Silva cobra atenção aos bairros devido às chuvas

Em novo horário, às 10h, a Câmara Municipal de Areia Branca realizou ontem, 14, mais uma sessão ordinária. Os trabalhos foram conduzidos pelo vereador-presidente Aldo de Oliveira Dantas (PMDB). Durante o expediente, ele reforçou pleito já apresentado na Casa, solicitando do Governo do Estado a instalação de uma unidade da Central do Cidadão na cidade.

O presidente Aldo Dantas afirmou em plenário que é inadmissível que uma cidade do porte de Areia Branca fique à mercê de Mossoró para resolver problemas simples, por falta de uma Central do Cidadão. E até sugeriu que a Central do Cidadão fosse instalada no prédio onde funciona o Restaurante Popular, já que existe um pleito em andamento que defende a transferência da unidade para outro local, para mais perto das famílias de baixa renda, no sentido de que o benefício contemple um maior número de pessoas.

O vereador Dijalma da Silva Souza (PMDB) requereu que o setor competente, no caso a empresa responsável pela limpeza pública, providencie a retirada da água empossada nas ruas do bairro Nordeste, mais precisamente a Rua Natal, onde em razão da estagnação das águas das chuvas acumula sujeira e se transforma em foco de muriçocas.

Já o vereador João Ferreira Tavernard Souto Neto, “João de Beguinho” (PTB), explicou que na próxima terça-feira, 19, deverá dar entrada do projeto que estabelece normas quanto a prestação de serviços no município, pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). Na pratica, o edil quer criar mecanismos capazes de punir a empresa sempre que a mesma deixar de cumprir o seu papel de bem atender aos usuários.

Estiveram presentes à sessão os vereadores: Aldo Dantas (presidente), Francisco Lopes da Silva, “Chico Lopes” (PTB); Dijalma da Silva Souza; “João de Beguinho”, Alderi Batista (PPS); Sandro Góis (PV); José Nazareno Lemos (PP); e Antônio Gilson de Sales, “Gilsinho” (PP).

A única ausência registrada na sessão, foi o vereador Thalys Araújo (PSDB), que justificou perante a mesa diretora, em razão de ter ido resolver problemas de ordem pessoal.

A próxima sessão no plenário da Câmara Municipal será na próxima terça-feira, 19, no horário regimental das 10h da manhã.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *